Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Geografia » Pecuária » Pecuária brasileira
01/06/2012 10:10

Pecuária brasileira

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

1. Pecuária Brasileira 

O Brasil destaca-se por ter uma das maiores pecuárias do mundo, embora este setor apresente alguns problemas relacionados à criação do gado. 

Alguns fatores afetam o rendimento da pecuária brasileira, tais como: baixos níveis culturais, práticas defeituosas, inadequação da estrutura fundiária, grandes distâncias, baixo nível tecnológico, alto preço dos medicamentos. 

Aproximadamente 25% do território brasileiro é formado por pastagens naturais e artificiais, tal área vem crescendo moderadamente. 

O rebanho bovino brasileiro apresenta 161 milhões de cabeças, sendo insuficiente os pastos para alimentá-los. 

Mas este problema tem solução, pois as condições climáticas brasileiras são favoráveis. 

O Brasil possui dois tipos de criação de gado, são elas: 

1. Intensiva – suas características são: 

- áreas limitadas
- rebanhos escassos
- alto rendimento
- aplicação de métodos científicos
- destinada á produção de leite
- proximidade dos grandes centros urbanos 

Exemplo: Vale do Paraíba, Sul de Minas Gerais etc. 

2. Extensiva – suas características são: 

– grandes áreas
– gado criado á solta
– pastagens naturais
– sem aplicação de técnicas adiantadas de criação
– baixo rendimento
– destinada ao corte (carne)
– numero de cabeças por hectares reduzidos 

Exemplo: Triângulo Mineiro, Campanha Gaúcha etc.

A pecuária brasileira é em sua maior parte do tipo extensiva, com baixo valor econômico, devido aos inúmeros problemas que já foram mencionados anteriormente. 

O rebanho brasileiro é um dos maiores do mundo, ultrapassando as 250 milhões de cabeças. 

Gado Bovino 

O rebanho bovino do Brasil apresenta 161 milhões de cabeças, um dos maiores do mundo, embora tenha um baixo rendimento na produção.
Este tipo de gado, mesmo apresentando um baixo rendimento na produção de carne, é o que apresenta melhor resistência às dificuldades físicas, e à falta de cuidados na criação extensiva.
 

Principio Áreas de Criação 

Região Sudeste 

1995 – apresenta 37 milhões de cabeças, considerado o segundo maior rebanho de gado bovino brasileiro. 

- Pecuária de Corte 
Este tipo de pecuária concentra-se principalmente em Minas Gerais (23,6 milhões) e em São Paulo (15,4 milhões), sendo estes os dois principais Estados criadores. 

A pecuária de corte está distribuída da seguinte maneira: 

- em São Paulo: Alta Sorocabana (Presidente Prudente) e Alta Noroeste (Araçatuba).
- em Minas Gerais: Triângulo Mineiro, Região de Montes Claros, Médio Jequitinhonha.
- no Espírito Santo: Extremo Norte. 

Considerando o regime de exploração, há algumas diferenças entre essas áreas: 

- em São Paulo destaca-se a atividade de engorda (invernadas).
- em Minas Gerais destaca-se a produção e comercialização de animais de raça pura, sobretudo reprodutores zebuínos.
- no Espírito Santo destaca-se a atividade de cria e recria de gado. 

- Pecuária Leiteira 
As principais bacias leiteiras do Brasil estão nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro (Região Sudeste). O principal objetivo desses produtores é abastecer os maiores centros consumidores do Brasil. 

O rebanho leiteiro apresenta aproximadamente 8,2 milhões de cabeças, ou seja, de vacas ordenhadas no Sudeste. 

A pecuária leiteira está distribuída da seguinte maneira: 

- em São Paulo: Vale do Paraíba, Região de São João da Boa Vista, Região de São José do Rio Pardo – Mococa, Região de Araras – Araraquara.
- no Rio de Janeiro: Vale do Paraíba, Norte Fluminense.
- em Minas Gerais: Sul de Minas Gerais, Zona da Mata Mineira, Bacia leiteira de Belo Horizonte, Alto Parnaíba. 

Região Centro-Oeste 

É a maior região em criação de gado bovino, na qual é praticada no sistema extensivo. Apresenta cerca de 55 milhões de cabeças, distribuídas entre os estados de Goiás, Mato Grosso de Sul e Mato Grosso. 

A pecuária é totalmente destinada ao corte. 

As áreas produtoras de destaque são: Zona do Pantanal, Sudeste de Goiás, Vale do Paranaíba, sul do Mato Grosso do Sul. 

Região Sul 

É a região que apresenta o 3º maior rebanho brasileiro, tendo 26,6 milhões de cabeças. O rebanho da região Sul destaca-se pela sua qualidade, devido às condições físicas favoráveis da região. 

As criações de gado são destinadas à produção de leite e ao corte. 

As áreas de criação mais importantes são: 

- Campanha Gaúcha (RS)
- Campos de Vacaria (RS)
- Campos de Lajes (SC)
- Campos de Guarapuava (PR) 

Região Nordeste 

Nesta região, a pecuária é do tipo extensiva, e o rendimento da criação é baixo devido às condições físicas não favoráveis, prejudicando a produção de carne. 

As principais bacias leiteiras estão localizadas no agreste. 

As áreas produtoras mais importantes estão distribuídas da seguinte maneira: 

- BA – corte e leite
- Sertão do Nordeste – corte
- Batalha – AL – corte 

Região Norte 

A região Norte apresenta o menor rebanho brasileiro, contando com cerca de 19 milhões de cabeças de bovinos e 1 milhão de bubalinos.
As principais áreas onde a pecuária é desenvolvida são: Ilha de Marajó, Alto Rio Branco e litoral do Amapá. 

Gado Ovino 

No Brasil existem 18,3 milhões de cabeças de ovinos, sendo que a sua criação é destinada especialmente à produção de lã.
O maior rebanho ovino brasileiro está concentrado no Rio Grande do Sul, contando com mais da metade da totalidade do país, seguido da Bahia que conta com mais de 2 milhões de cabeças, destinas à produção de carne. 

Gado Suíno 

O Brasil apresenta o 5º maior rebanho suíno mundial. Podemos encontrar criação de gado suíno por todo Brasil, concentrando-se principalmente nas regiões Sul, Nordeste e Sudeste.
Diferentemente do gado bovino, que é criado normalmente em grandes propriedades, o gado suíno é criado em pequenas e médias propriedades.
Os principais estados produtores são: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais e Maranhão.





Comente!