Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Física » Eletrostática » Processos de Eletrização
01/06/2012 10:47

Processos de Eletrização

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

Processos de Eletrização 

A eletrização de um corpo inicialmente neutro pode ocorrer por atrito, por contato ou por indução.

a) Atrito – Na eletrização por atrito, os dois corpos adquirem a mesma quantidade de cargas, porém de sinais contrários. 
 
b) Contato – Neste processo de eletrização, os corpos são colocados em contato, favorecendo uma nova distribuição de cargas pela superfície dos condutores. Na eletrização por contato, fica claro o Princípio da Conservação das Cargas Elétricas.

c) Indução - A eletrização de um condutor neutro pode ocorrer por simples aproximação de um outro corpo eletrizado, sem que haja o contato entre eles. 
Consideremos um condutor inicialmente neutro e um bastão eletrizado negativamente. Quando aproximamos o bastão eletrizado do corpo neutro, as suas cargas negativas repelem os elétrons livres do corpo neutro para posições as mais distantes possíveis.
Dessa forma, o corpo fica com falta de elétrons numa extremidade e com excesso de elétrons na outra.
O fenômeno da separação de cargas num condutor, provocado pela aproximação de um corpo eletrizado, é denominado indução eletrostática.
Na indução eletrostática, ocorre apenas uma separação entre algumas cargas positivas e negativas do corpo.
O corpo eletrizado que provocou a indução é denominado indutor e o que sofreu a indução é chamado induzido.
Se quisermos obter no induzido uma eletrização com cargas de um só sinal, basta ligá-lo à Terra, na presença do indutor. 
  
 
Nessa situação, os elétrons livres do induzido, que estão sendo repelidos pela presença do indutor, escoam para a Terra.
Desfazendo-se esse contato e, logo após, afastando-se o bastão, o induzido ficará carregado com cargas positivas.
No processo da indução eletrostática, o corpo induzido eletrizar-se-á sempre com cargas de sinal contrário ao das cargas do indutor.





Você também vai querer ler...

Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.