Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Biologia » Tecidos vegetais » Tecidos meristemáticos
31/05/2012 18:07

Tecidos meristemáticos

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

Tecidos meristemáticos
Estes são os tecidos responsáveis pelo crescimento dos vegetais. Sua principal característica é a habilidade de dividir suas células por mitose. A partir dos tecidos meristemáticos são formados os tecidos adultos da planta.

As células do tecido meristemático são pequenas, possuem um núcleo centralizado, a parede celular é bem delgada, e os vacúolos são pequenos, algumas vezes até ausentes e ficam espalhados pelo citoplasma.

Os tecidos meristemáticos estão classificados em primários e secundários.

• Meristemas Primários ou apicais

São formados a partir das células embrionárias. Estão localizados nas gemas apicais e laterais do caule e da raiz, formando os pontos vegetativos. Têm como característica marcante a elevação do comprimento da planta.
O meristema apical age no desenvolvimento completo do vegetal, é graças á ele que são formadas todas as partes do vegetal, como raiz, caule, folhas e sementes. Esse desenvolvimento promovido pelo meristema apical é denominado crescimento primário.

O ponto vegetativo radicular é formado pelas células iniciais que são divididas dando origem ao:

Protoderme – formam a epiderme.

Meristema Fundamental – formam o córtex.

Procâmbio – formam o cilindro vascular.

Especialmente na raiz, há o caliptrinogênio que é formador da coifa. 

Em relação ao ponto vegetativo radicular, o caulinar é um pouco mais complexo, pois eles formam as primeiras folhas e as gemas axilares.

O ponto vegetativo caulinar é formado pelas células iniciais que são divididas dando origem ao:

Protoderme: formam a epiderme

Meristema fundamental: formam o córtex e a medula

Procâmbio: formam o tecido vascular 

• Meristemas Secundários

São formados a partir de células diferenciadas parcialmente. São os tecidos envolvidos no crescimento secundário do vegetal, ou seja, crescimento em espessura.

Os meristemas laterais promovem o crescimento pelo aumento de tecidos vasculares do meristema primário.

O crescimento secundário da planta é realizado pelos meristemas câmbio e o felogênio.

O felogênio forma a cortiça (tecido suberoso) e a periderme, que é responsável pela produção de células do feloderma. Está localizado na região do caule, da raiz e da casca.

O câmbio é responsável pela formação dos tecidos condutores secundários (xilema secundário e floema secundário).


Receba conteúdo de
CATEGORIA e aprenda por SMS:

Custo de R$ 0,31 + impostos por mensagem, até 30 mensagens por mês. Para cancelar envie COLEGIO CATEGORIA SAIR para 49810

Digite seu número:

Comente!