Digite o que você quer buscar:  
31/05/2012 18:04

O ato reflexo

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

4. O ato reflexo

Quando você espirra, pestaneja ou retira sua mão de algo que irá lhe machucar, isso são conseqüências de mensagens cerebrais.

Assim você recebe e transmite aos membros as mensagens necessárias para a sua locomoção como, por exemplo, você pode receber estímulos complexos e estímulos simples esta junção se denomina arco reflexo.

Estimulo recebido em um golpe no joelho:

Recebe o golpe / provoca os neurônios / os axônios invadem a medula dorsal e provocam a sinapse / os neurônios motores recebem a mensagem do estimulo / os axônios presentes nos neurônios motores estimulam a coxa / dando-se o ato de movimentação do músculo / estes estímulos são transportados para o encéfalo / recebendo a mensagem do golpe sofrido.

O arco reflexo apresenta a seguinte estrutura:

Receptor: responde aos estímulos internos ou externos, apresenta corpúsculos sensoriais do tendão e inervados dos neurônios.
Via sensitiva: apresenta neurônios sensitivos transportados para a medula dorsal.
Neurônio associativo: é o neurônio em que converte os estímulos em reflexos.
Via motora: é caracterizada pelos neurônios motores, que são responsáveis pelo transporte da ordem de ação para a pratica de contração do músculo, indo da medula até o efetor.
Efetor: o músculo que recebe a mensagem efetiva.

Os reflexos podem ser classificados em:

Medulares: a informação se integra na medula, sendo involuntária.
Encefálicos: a informação se integra nos neurônios associativos de encéfalo.
Salivar: as glândulas salivares fazem o papel dos efetores. 

4.1 Outros atos reflexos

Quando a luz solar atinge nossos olhos logo o fechamos pelo reflexo obtido na pupila, isto é caracterizado pelo ato reflexo. Quando fechamos nossos olhos rapidamente ou algum objeto está próximo a nossas pálpebras, o reflexo obtido é o de fechá-los, ocorrendo o ato reflexo, que se caracteriza pelo simples pestanejar.

Quando uma parte de nosso corpo é atingida por algo perfurante, a parte atingida envia uma mensagem ao cérebro que por conseqüência enviará ao membro, no qual se flexionará como um ato de proteção.

Outro exemplo se caracteriza ao passar roupa, ocorrendo o ato de encostar-se ao ferro aquecido, imediatamente retiramos as mãos pelo ato reflexo. O simples reflexo está presente para o auxilio humano e para seu organismo.

4.2 O reflexo condicionado

Pavlov (fisiologista) realizou esta experiência com cães, deixando-os algumas horas sem alimentação. Antes de oferecer o alimento Pavlov apertava uma campainha por várias vezes, logo se pode perceber que o cão produzia saliva e suco gástrico ao ouvir o barulho da campainha, sendo assim, ele foi condicionado para isto.

Isto ocorre nos animais criados em circo, o animal é condicionado a fazer a atividade por algum sinal ou som, sendo realizado com sucesso o animal recebe um agrado, caso contrário o animal receberá um castigo.





Comente!