Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Biologia » Platielmintos » Estudo dos principais parasitas
31/05/2012 18:10

Estudo dos principais parasitas

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

11. Estudo dos principais parasitas 

Fasciola hepatica 

É um verme de corpo achatado e foliáceo. 

Este endoparasita hospeda no fígado do carneiro, boi, cabra e porco causando a fasciolose. Raramente ocorre no homem. 

Apresenta duas ventosas, uma oral e outra ventral que serve para a fixação junto do hospedeiro. 

O ciclo de vida deste verme tem início a partir da eliminação dos ovos junto com as fezes do animal contaminado. 

Schistosoma mansoni 

Schistosoma mansoni é um verme endoparasita transmissor da doença esquistossomose, conhecida vulgarmente como barriga d’água. Tal doença causa inflamações no fígado, pâncreas, baço, etc., ocorrendo um aumento no volume do abdome em razão do crescimento desigual desses órgãos afetados. Além disso, a pessoa infectada apresenta dores abdominais, cólicas, náuseas, e enfraquecimento do organismo. 

O Schistosoma mansoni apresenta dois hospedeiros, um intermediário, que é o caramujo, e outro definitivo, que é o homem.

O ciclo vital desse verme consiste em duas etapas. Primeiramente, as larvas penetram em determinados grupos de caramujo que habitam em ambientes úmidos e se desenvolvem, e se transformam em cercárias. Em seguida, as cercarias abandonam o caramujo e tornam-se livres para penetrar na pele do homem, tal penetração pode ocorrer durante banhos em rios, lagos e córregos. 

Para evitar adquirir esse tipo de verme é necessário adotar algumas precauções: não nadar em locais desconhecidos, tratamento dos portadores da doença, combater o hospedeiro intermediário, saneamento básico. 

Taenias solium 

A Taenia solium é uma das espécies da classe Cestoda, que parasita o porco e o homem. Seu corpo é alongado, delgado e achatado, possuem ventosas e ganchos que servem para a fixação do verme nas paredes do intestino do hospedeiro. 

O ciclo vital da Taenia solium tem inicio quando o porco, o hospedeiro intermediário, ingere ovos da tênia que se transformam em larvas oncosféricas, atingem o intestino do animal e a partir daí são distribuídas, pela corrente sanguínea, para a musculatura em forma de cisticercos

Ao ingerir carne de porco contaminada e mal cozida, o homem, hospedeiro definitivo, adquire o cisticerco que se aloja na parede intestinal e se desenvolve originando a fase adulta. 

A Taenia adulta presente no intestino do homem causa uma doença chamada teníase, que leva a uma série de perturbações como insônia, irritabilidade, diarréia, cólicas abdominais e náuseas. 

A cisticercose é uma doença adquirida pelo homem através da ingestão dos ovos da Taenia solium (nesse caso, o homem será o hospedeiro intermediário) ou por auto-infestação. O cisticerco desenvolve-se dentro do organismo do homem atingindo principalmente o cérebro, o globo ocular e a musculatura, deixando seqüelas graves como cegueira, debilitação muscular, e epilepsia. 

Taenia saginata 

Os hospedeiros da Taenia saginata são: o homem (definitivo) e o boi (intermediário). É uma das espécies da classe Cestoda. 

A diferença entre a Taenia saginata e a Taenia solium está na cabeça, pois a Taenia saginata não possui ganchos.





Comente!