Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Biologia » Tudo sobre as Borboletas!
03/09/2013 17:46

Tudo sobre as Borboletas!

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

As borboletas são insetos apreciados por sua beleza, pelo encanto de suas asas e pela sua transformação. Ela é vista como ser de renovação, de transformação por algumas culturas ocidentais.

As borboletas são temas e inspiração de vários compositores e artistas que buscam na beleza deste inseto a criatividade para a composição de suas lindas músicas e poemas. Nosso ilustre Vinícius de Moraes escreveu o poema infantil “As Borboletas” com o encanto e leveza das mesmas. Assim como, na canção interpretada por Victor e Léo – Borboletas.

As borboletas e as mariposas estão entre os mais belos animais da natureza, com suas cores fantásticas e voo suave. Você sabia que as borboletas habitam o mundo inteiro e podemos encontrá-las em maior número nos trópicos? Existem mais de 20 mil espécies e entre as famílias mais comuns estão as azuis, as marrons e as brancas.

Alguns animais vão se transformando durante a vida e só depois da transformação é que tornam se adultos. É o caso deste lindo ser.

Quem é a mamãe das lagartas?

É a borboleta. Você sabia que a borboleta põe ovos? É isso mesmo! As borboletas põem ovos que vão crescendo e tornam se em lagartas. Elas nascem e adoram comer folhas, ficando maiores e mudando de pele várias vezes.

Como a lagarta se transforma em borboleta?

Borboleta

A lagarta passa o tempo todo se alimentando de folhas e prefere a noite para sair à procura de alimento, pois durante o dia ela dorme.

Em certo momento de sua vida, depois de comer bastante, a lagarta fica pendurada em um galho e vira crisálida. Dentro do casulo, fica protegida e vai se transformando. Quando ela está pronta, rompe-o e desdobra as asas. Suas asas ainda estão molhadas e somente quando estiverem secas a borboleta parte para o seu primeiro voo.

Então podemos dizer que o ciclo de vida da borboleta segue as etapas: ovo, larva, pupa (desenvolve dentro da crisálida) e imago (fase adulta).

Algumas espécies migram por longas distâncias e fazem “amizade” com outros insetos. No reino animal, os insetos criam uma relação simbiótica, ou seja, é uma relação entre animais de diferentes espécies que se ajudam mutuamente.

As borboletas voam bastante durante o dia a procura de alimento. Algumas se alimentam de néctar, sucos de frutas e de plantas; isso dependerá de cada espécie.

As borboletas enxergam bem as cores, especialmente, tons fortes como o vermelho, verde e amarelo. Os olhos e antenas ajudam a identificar o alimento e também a pressentir qualquer situação de perigo. Suas patas possuem sensibilidade para identificar as plantas tóxicas que seriam prejudiciais para elas.  Em sua boca, há uma língua bem grande para sugar os alimentos, que parece até uma tromba de elefante!

As borboletas são diferentes entre si. Elas possuem desenhos diferentes em suas asas e são muito curiosos. Algumas possuem desenhos que se confundem com uma casca de árvore, folhas e até a aparência de animais.

As borboletas são ótimos agentes polinizadores, ou seja, elas ajudam a espalhar as sementes e o pólen das flores.

Você não sabia como as borboletas eram importantes! Agora você já sabe!





Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.

Recomendados para você