Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » 1° ano fundamental » Os índios: primeiros habitantes do Brasil
01/06/2012 11:31

Os índios: primeiros habitantes do Brasil

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

O descobrimento do Brasil 

Brasil foi descoberto, em abril de 1500, os navegantes portugueses muito se admiraram. Além de praias que eles nunca tinham visto, no novo mundo existiam habitantes completamente diferentes: os índios.

Mas eles não conseguiam conversar porque os navegantes falavam português e os índios falavam tupi-guarani.
Eles se estranhavam, pois os índios vivam sem roupa, e os portugueses ficaram chocados. 

Os índios brasileiros não conheciam muitas coisas supercomuns na Europa: espelhos, sapatos, armas de fogo e até cachorros. Mas em compensação os índios viviam de maneira muito organizada. Cada tribo tinha um cacique (o chefe), um pajé (o médico) e vivia em uma aldeia (que eles chamavam de taba). Até hoje os índios vivem assim, em casas juntinhas umas das outras, normalmente formando um círculo. 

A vida dos índios hoje

Quem pensa que índio é tudo igual, está muito enganado. Entre as sociedades indígenas, existe uma incrível variedade de culturas, modos de vida, costumes, línguas, rituais. E na época do descobrimento essa variedade era muito maior.
Hoje em dia, a maior parte dos índios vive em reservas indígenas, que são áreas demarcadas e protegidas pelo governo. E os índios têm direitos sobre "as terras que tradicionalmente ocupam".

A área de uma reserva indígena deve incluir não só a aldeia (onde os índios moram em casas chamadas ocas) como também as terras em volta, onde se pode plantar, caçar, pescar. Na reserva, os índios mantêm seus costumes.
Mas isso não significa que estão isolados do resto do país. Eles participam da vida social, se candidatam a cargos políticos, reclamam da crise econômica e tudo mais.





Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.

Recomendados para você