Colégio Web

Conferência de Ialta

Publicidade

A Conferência de Ialta, também chamada de Conferência da Crimeia foi organizada a partir de uma série de encontros entre 4 e 11 de fevereiro de 1945. As reuniões aconteciam no Palácio Livadia, no balneário de Yalta, nas imediações do Mar Negro, na Crimeia.

Em tempo de guerra, acabou sendo a segunda das três conferências realizadas com lideranças das nações aliadas. Antes de Ialta, Teerã e Potsdam também realizaram conferências.

Franklin D. Roosevelt dos Estados Unidos, Josef Stalin representando a União Soviética e o primeiro-ministro do Reino Unido, Winston Churchill, estiveram reunidos de forma sigilosa em Ialta. Ali decidiram sobre o fim da Segunda Guerra Mundial e a repartição das zonas de influência entre o Oeste e o Leste.

Em 1945, no dia 11 de fevereiro, os três líderes assinaram acordos com fins específicos de deixar assegurado o fim da guerra. O desejo de estabilidade depois da vitória era o principal objetivo.

De acordo com especialistas, tais acertos são estratégicos para situações de pós-guerra. Ainda que haja divergência entre os historiadores, de cunho diverso e variado, muitos desses pesquisadores concordam com vários pontos das alianças definidas em conferências. Portanto, no caso de Ialta, o que foi definido na reunião acabou determinando muitos aspectos da Guerra Fria. Como a zona de influência, a formação do bloco antagônico socialista e capitalista, entre outros aspectos.

O ano de 1991 acabou sendo decisivo para o fim desses acordos. Isso aconteceu em função do declínio da União Soviética, em queda, o que levou o cenário internacional a entrar em transição.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados