Colégio Web

Qual a diferença de manteiga e margarina?

Publicidade

A busca constante pela boa alimentação e qualidade de vida vem oferecendo às pessoas várias opções de nutrição diversificadas. Em paralelo, a indústria de alimentos nunca se apresentou de forma tão apelativa ao público.

Desse modo, muitas vezes, pelo desconhecimento quanto às características de produção e incompreensão a respeito da descrição nutricional de um alimento ou produto, as pessoas são motivadas a consumirem determinados itens, não pelos benefícios que os alimentos produzem, mas sim por indicações não profissionais ou pela propaganda sobre determinado produto.

Manteiga x Margarina

Sob essa ótica, uma das dúvidas frequentes é quanto a diferença entre a manteiga e a margarina, podendo ser constatado que a manteiga é um alimento mais natural do que a margarina, por ter potencial de oxidação mais baixo, comparativamente.

A percepção das vantagens da manteiga começou a surgir por conta do estudo sobre os níveis de gordura saturada existentes na manteiga; porém, atualmente, já se considera que esse tipo de gordura, se utilizada moderadamente, não afeta o organismo como se pensava.

Manteiga

Esse é um princípio que deve ser adotado em qualquer alimento usado por pessoas saudáveis, o prejuízo à saúde esta contido no excesso e não no uso moderado de determinado alimento – e isso serve tanto para a manteiga quanto para a margarina.

A destacar que ambas têm a mesma quantidade de calorias.

Manteiga

Como características da manteiga, podemos citar:

  • É a nata do leite batida;
  • Contém teor gorduras saturadas acima da margarina;
  • Auxilia na absorção de nutrientes presentes em outros alimentos;
  • Contêm ácidos graxos saturados – ‘gorduras boas’;
  • Possui um sabor melhor que a margarina.

Margarina

Quanto à margarina, podemos citar:

  • Produzida artificialmente através de hidrogenação de óleos vegetais;
  • Contém alto teor de ácidos graxos trans, que podem aumentar o risco de doenças cardíacas;
  • Aumenta o nível do mau colesterol.

Muito embora as indústrias aleguem não estar mais produzindo margarinas, por meio da utilização de gordura trans e hidrogenada, não há como garantir efetivamente que isso esteja ocorrendo, o que pode representar riscos à saúde.

Margarina

Ingestão diária de manteiga e margarina

Existem hoje no mercado alguns tipos de margarinas que apresentam composições menos ‘agressivas’ e que podem ser adotadas na dieta regular; no entanto, deve ser destacado o principal fator, ou seja, a quantidade diária ingerida pela pessoa.

Numa análise mais conservadora, a manteiga apresenta características menos agressivas, pelo menos em tese, quanto a sua produção e desta forma, para pessoas que necessitem de cuidados maiores com a saúde, seriam mais aconselháveis seus consumos, destacando-se sempre que com um uso equilibrado, os danos podem ser reduzidos ou até eliminados.

Destaca-se um fator importante que os avanços em pesquisas e na medicina certamente trarão mais esclarecimentos sobre a produção e consumo de alimentos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados