Colégio Web

Osteofitose – O famoso “Bico de Papagaio”

Publicidade

Com a agitação do dia a dia, muitas pessoas sofrem de algum tipo de dor lombar por vários motivos, mas somente por meio de exames e consulta médica podemos identificar a causa dessas dores.

Você sabia que 90% da população brasileira sofre de algum tipo de dor lombar? Esse índice foi divulgado pela Organização Mundial da Saúde e abrange a população do mundial. As pessoas sofrem de dor ou possuem algum desconforto por hábitos incorretos de postura e por doenças degenerativas. Vamos entender melhor o que esse tipo de doença pode ocasionar!

O que é Osteofitose?

A osteofitose é uma doença degenerativa da coluna vertebral ou das articulações que produz o crescimento de osteófitos. É uma doença bastante comum e compromete o disco intervertebral que funciona como um amortecedor entre os ossos. Ela atinge milhares de pessoas no mundo.

Osteofitose

Também conhecido como bico de papagaio, possui como causa a desidratação do disco intervertebral aproximando as vértebras e comprimindo as raízes nervosas. É como se a defesa do organismo estivesse comprometida devido à sobrecarga excessiva sobre as articulações da coluna vertebral.  Esse nome bico-de-papagaio se tornou popular devido a sua expansão óssea parecer o bico da ave.

Por ser uma doença degenerativa, afeta pessoas acima dos 50 anos de idade, mas ocorre frequentemente, em pessoas mais jovens, que estão expostas ha vários fatores que possibilitam essa deformação óssea.

Causas da osteofitose

A causa mais frequente por se tratar de uma doença degenerativa seria o desgaste natural dos ossos pela idade ou até mesmo por fatores genéticos. Além desses fatores, em pessoas mais jovens o aparecimento da doença é frequente pela má postura, tabagismo, sedentarismo, obesidade, atividade física excessiva e de alto impacto, além de traumatismos na coluna causados por acidentes e doenças reumáticas.

Sintomas da osteofitose

Dor Coluna

A doença é notada quando o indivíduo sente dores na região lombar, forte desconforto, formigamento, diminuição de flexibilidade e sensibilidade, perda de força muscular e ausência de movimentos antes realizados.

Diagnóstico da osteofitose

O diagnóstico pode ser realizado por um simples raio X (exame de imagem). Outros exames podem constatar a doença como tomografia e ressonância magnética e solicitada pelo especialista dependendo da gravidade da doença.

Tratamento da osteofitose

O tratamento é realizado com medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios para ajudar no alívio da dor, além de praticar atividade física como natação ou hidroginástica para ajudar na prevenção da doença, no alívio da dor e da correção da postura. O especialista ainda pode indicar para o tratamento sessões de fisioterapia para correção dos problemas de postura e o controle da doença. Problemas mais graves serão tratados por meio de cirurgia. A prevenção da doença ainda é o melhor tratamento.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados