Colégio Web

As Mudanças Climáticas e a Nossa Saúde

Publicidade

A saúde é o bem mais valioso e importante na vida de qualquer pessoa. Em qualquer fase da nossa vida precisamos cuidar do nosso corpo e da nossa mente. Somente cuidando da nossa saúde teremos a tão sonhada qualidade de vida! Uma boa alimentação e atividade física também são fundamentais para o nosso organismo, mas sempre precisamos estar atentos aos sinais que possam aparecer no corpo e em nossas atitudes.

O corpo humano é perfeito e funciona como uma máquina que nos avisa quando algo está errado. Fique alerta!

Um dos fatores que favorece o enfraquecimento do sistema imunológico é a mudança climática, pois ficamos mais propícios a contrair algumas “doenças” como gripe, resfriado, alergias e dengue.

Os hospitais estão cada vez mais lotados, nos consultórios particulares a situação não é diferente. Além do mais, existe o problema do contágio com outras pessoas que também estão doentes.

Locais como os meios de transportes, escritório e locais fechados, com ar condicionado, são locais de grande contaminação da proliferação da doença.

Essas doenças possuem sintomas parecidos e são facilmente confundidos. Como podemos diferenciar cada uma delas?

Descubra como diferenciar cada uma delas com algumas dicas fornecidas por especialistas.

3 problemas das mudanças climáticas

Doenças Mudanças Climáticas

Gripe

Os sintomas da gripe são febre alta, dores de cabeça intensa e dores no corpo por algumas semanas. Tosse e sensação de fraqueza (cansaço) também ocorrem com frequência. Além de que, a gripe pode atacar as vias aéreas inferiores (traqueia e pulmões) atingindo os brônquios. Dizem que uma gripe mal tratada pode levar a doenças mais sérias. A gripe é transmitida pelo vírus influenza A, B ou C.

Resfriado

É menos grave que a gripe, não provoca certa fraqueza, causa uma sensação de mal-estar (dor muscular fraca), raramente causa febre, se ocorrer é febre baixa, não causa dores de cabeça. Além de pouca tosse, dor de garganta (faringe e laringe) e congestão nasal.

Alergia

A alergia é uma hipersensibilidade do indivíduo ao contato ou ingestão de certas substâncias como: medicamentos, poeira, poluição, ácaros e baratas, fungos, sensibilidade a pelo de animais, causas emocionais e alimentação.

No caso de alergia o sintoma mais forte é o da congestão nasal.  É possível sentir dores de cabeça ou de garganta, mas não provoca febre e nem dores no corpo. Temos vários tipos de alergia como: respiratória, alimentar, da pele ou ocular.

Nesses casos, somente um médico pode diferenciar a doença (que tipo de sensibilidade) e diagnosticá-la.

Dengue

A dengue é causada pelo mosquito transmissor Aedes aegypti. Os sintomas da dengue no ser humano se manifestam por todo o corpo. Não há coriza, dor de garganta e tosse. Seus sintomas são mais severos e mais graves que a gripe ou o resfriado, podendo levar o indivíduo a morte se a doença não for tratada de forma rápida e adequadamente.

Como prevenir tais doenças?

A melhor maneira de prevenção da gripe é imunizando por meio da vacina. Já a dengue deve ser evitada com bons hábitos de higiene e alguns cuidados como: evitar deixar água parada em vasos, pneus, lixeiras, caixa de água aberta.

Em caso de dúvida, procurar um médico para o diagnóstico e tratamento específico.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados