Colégio Web

Mal de Alzheimer: o que é e como lidar?

O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa. Isso significa que a mesma diminui as funções cognitivas, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade.

Publicidade

Atualmente uma doença vem ganhando força e assustando o mundo com seus traumas incuráveis, e por isso hoje resolvemos falar mais sobre: O mal de Alzheimer.

Para se ter uma ideia, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz) só no Brasil, existem aproximadamente 15 milhões de pessoas, com mais de 60 anos de idade no país, desse total cerca de 6% foi diagnosticado com Alzheimer. Esse número é ainda maior, quando calculado em todo o mundo, onde 15 milhões de pessoas têm Alzheimer.

Para entender melhor essa doença, preparamos um texto explicativo e o mais simples possível; leia atentamente e entenda um pouco mais sobre as causas, sintomas e tratamentos do Mal de Alzheimer.

O que é?

O Alzheimer é uma doença neuro-degenerativa. Isso significa que a mesma diminui as funções cognitivas, reduzindo as capacidades de trabalho e relação social e interferindo no comportamento e na personalidade. Por isso, algumas pessoas ficam irreconhecíveis e são até isoladas da sociedade, é como se elas não soubessem mais como se comportar e o que fazer.

No início, o paciente começa a perder sua memória mais recente: ele não lembra o que comeu no café da manhã, mas pode recordar-se se eventos que ocorreram há dez anos – e isso acontece como se fosse natural.

Com a evolução do quadro, a doença começa a causar um impacto maior no cotidiano, e o paciente é afetado em partes como: atenção, orientação, compreensão e linguagem. Isso faz com que as pessoas que possuem Alzheimer tornem-se deficientes e precisem de um cuidado especial.

Mal de Alzheimer

Causas

A causa do Alzheimer é desconhecida, o que torna mais difícil encontrar uma cura para a doença. Geralmente, o Mal de Alzheimer atinge a pessoas de idade avançada (mas há casos registrados da doença em jovens).

Sintomas

Entre os principais sintomas, o mais comum é a perda da memória e distúrbios de comportamento- que podem ser confundidos com sintomas normais do envelhecimento e podem dificultar o breve diagnostico.

Tratamentos

Como já fora dito, a doença não tem cura e os pacientes logo depois de diagnosticados são encaminhados para diferentes tratamentos. É fundamental, que um profissional faça essa avaliação.

Mal de Alzheimer

O tratamento é realizado com medicamentos como: Excepcionais, a rivastigmina, a galantamina e o donepezil, principais remédios indicados para o Mal de Alzheimer não evoluir de estágio e ainda amenizar ou retardar os efeitos da doença.

Prevenção

A doença ainda é certo mistério a medicina e, por isso, os médicos acreditam que manter a cabeça ativa e ter um bom convívio social pode, pelo menos, retardar a manifestação da doença. Dessa forma, são indicadas atividades como: leitura constante, exercícios de aritmética, jogos inteligentes e participação em atividades de grupo.

Após a leitura, deu para entender um pouco mais dessa doença que vem afetando milhares de pessoas pelo mundo; se você tem um familiar ou até amigo com Alzheimer, é indicado que tenha um ajudante para auxiliar com os cuidados com o paciente; como dissemos, eles precisam de companhia 24 horas por dia.

Se gostou do texto, compartilhe e comente abaixo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados