Colégio Web

Linfoma: o que é e quais são os perigos?

Publicidade

Infelizmente, o câncer é um doença que tem se tornado cada dia mais comum. Democrática, atinge a todos, dos mais ricos e famosos até os mais pobres, podendo ser fatal em muitos casos.

O grande problema do câncer é que ele é diverso e apresenta infinitas variações, o que torna a busca pela cura algo bastante difícil. E um tipo de câncer que tem se tornado cada dia mais comum é o linfoma, que é um tipo de câncer sanguíneo.

E é para que você entenda melhor sobre esse tipo de câncer que reunimos aqui uma série de informações sobre ele.

O que é o linfoma

Linfoma - o que é e quais são os perigos

O linfoma nada mais é do que um tipo de câncer que aparece no sangue e que é considerado o quinto tipo mais causador de mortes dentro de pacientes oncológicos. O grande problema é que ao mesmo tempo em que esse tipo de câncer tem se tornado cada vez mais comum, não existe uma campanha de conscientização sequer sobre o assunto.

Prova disso é o fato de que 74% da população mundial não faz ideia que linfoma é um tipo de câncer e mais de 30% da população simplesmente não faz ideia do que é a doença.

A doença costuma se originar nos linfonodos, ou gânglios, do sistema linfático – daí o nome linfoma -, que é um conjunto formado por diversos órgãos e tecidos que são responsáveis pela produção de células que cuidam da imunidade e também dos vasos que conduzem essas mesmas células através de todo o corpo.

Como praticamente todo tipo de câncer, o linfoma pode acontecer em qualquer idade, de crianças a idosos. Porém, ele é mais comum na fase adulta jovem, que vai dos 15 aos 40 anos, tendo maior frequência dentro da população entre 25 e 30 anos.

Apesar do câncer ser uma doença aleatória, que pode aparecer em qualquer um, existem alguns fatores que aumentam os riscos de surgimento do linfoma. Entre eles sistema imune comprometido, infecção por HIV, uso de drogas imunossupressoras e também pessoas que já tiveram membros da família acometidos pela doença.

Linfoma o que é e quais são os perigos

Como todos os cânceres, o linfoma é silencioso e só costuma apresentar sintomas quando já está em uma fase mais grave. Mesmo assim é importante prestar atenção. Entre os sintomas da doença estão tosse, falta de ar, febre e dores nas regiões onde estão localizados os linfonodos, como pescoço, axilas e virilha.

O linfoma pode ser fatal, mas também pode ser tratado, em diversos casos apresentando melhora e até mesmo a cura. Mas aqui vale dizer, quando antes for diagnosticado, maiores as chances de cura.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados