Colégio Web

Importância da vacinação para HPV

Publicidade

Durante o mês de março iniciou-se uma campanha em Postos de Saúde da vacina contra o vírus HPV aplicada em meninas na faixa etária dos 11 aos 13 anos. A finalidade é a prevenção da doença na proteção de adolescentes contra os quatro tipos mais recorrentes de HPV – 6, 11, 16 e 18. Esses quatro tipos de HPV correspondem a 90% das verrugas genitais e 70% dos casos de câncer de colo do útero.

De acordo estatísticas do Instituto Nacional de Câncer (INCA), surgem 20 mil casos por ano no Brasil. Em 2014 estima-se o surgimento de mais 16 mil casos novos. No Brasil, o câncer do colo do útero ocupa o terceiro lugar entre os tumores mais frequentes na população feminina e o quarto lugar em causa de morte entre as mulheres.

O que é HPV?

A sigla em inglês denomina o papilomavírus humano que causa infecções na pele e nas mucosas. São mais de 100 tipos diferentes de HPV e 13 deles possui potencial para causar câncer do colo do útero em mais de 90% dos casos.

HPV

O que é o câncer do colo do útero?

O câncer do colo do útero é um tumor que se desenvolve no fundo da vagina de acordo suas alterações. Essas alterações são chamadas de lesões precursoras, e na maioria das vezes, possuem cura. Essas lesões devem ser tratadas, pois ao contrário levam ao câncer do colo do útero.

Sintomas do câncer do colo do útero

Quando a doença está no estágio inicial não se observa sintomas ou sinais da doença, mas se o estágio estiver mais avançado pode ocorrer sangramento vaginal, corrimento e dor.

Vacina de HPV

Vacina HPV

Importância da vacina

A vacina estimula a produção de anticorpos específicos para cada tipo de HPV. Dependendo da quantidade de anticorpos dependerá a proteção da infecção e sua persistência durante determinado período. Não existe um tempo definido para a imunidade da vacina, mas estima-se um prazo de cinco anos de prevenção.

Indicação

A vacina é indicada nas meninas antes de iniciarem a atividade sexual. Quanto mais cedo maior será a sua proteção, portanto a faixa etária ideal seria a partir dos 9 anos de idade. Pessoas que já iniciaram a vida sexual ou que já foram infectadas podem receber a vacina para a proteção dos demais tipos de vírus.

Disponibilidade

Como a vacina não está disponível para toda a população nesse momento é importante salientar que a prevenção é o principal caminho para a proteção do vírus. A vacina para o sexo masculino também é encontrada em clínicas particulares.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados