Colégio Web

Fui mordido por um cachorro. O que fazer?

Publicidade

Mordida de cachorro é um acidente doméstico muito mais comum do que se imagina. Porém, nem sempre a mordida vem do nosso bichinho de estimação e por isso, um sinal de alerta nos domina e a primeira coisa que pensamos é nas doenças que podemos pegar – dentre elas, a raiva. Veja os cuidados e doenças que podemos adquirir quando somos mordidos por um cachorro.

Primeiros procedimentos em mordidas leves

Muitos cães mesmo vacinados contra doenças mais comuns podem causar problemas além de simples machucados, quando mordem. A sua saliva pode conter uma grande variedade de bactérias e até mesmo fungos, que quando passados para feridas expostas podem prejudicar a saúde dos humanos. Por isso, é importante lavar bem o local da mordida com água ou soro fisiológico e sabão, sem esfregar ou fazer uso de esponjas, pelo tempo de 5 a 10 minutos.

Fui mordido por um cachorro

 

Compressas de gelo também são boas para desinchar a região lesionada. Geralmente, mordidas de animais domésticos não possuem grandes consequências, ao menos que a pessoa tenha o sistema imunológico deprimido (AIDS, tratamentos de câncer, etc.). Importante lembrar que idosos e crianças precisam ficar em observação maior.

Em caso de mordidas mais graves

Procure um posto de saúde ou pronto socorro logo após o acidente para verificar a extensão do ferimento, se for muito profundo ou extenso, e checar a necessidade de curativos e o uso de antibióticos. Inflamação do local afetado, febre e dor podem aparecer e devem ser tratados com um médico.

Fui mordido por um cachorro O que fazer

Suspeita de raiva

Se o cachorro não for conhecido e não possuir as vacinas necessárias, como o animal de rua, verifique o comportamento dele, se ele lhe parece doente ou agressivo. A raiva é uma doença infecciosa causada por um vírus no animal, que transmite ao ser humano através de sua saliva. Por isso, em caso de suspeita de raiva e de mordidas em que existe a perda da pele e sangramento, por exemplo, é necessário o encaminhamento ao hospital, mesmo após a lavagem do ferimento.

Caso seja necessário, será aplicada a vacina preventiva. Se você souber onde o cachorro está ou se ele for capturado, entre em contato com o Centro de Controle de Zoonoses de sua região para que especialistas possam levá-lo e observá-lo. O ideal é que tanto a pessoa, como o animal, fiquem em observação por 10 dias após a mordida.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados