Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Literatura » Romantismo » Romantismo Prosa
Postado em 01/06/2012 11:03, atualizado em 31/05/2015 15:43

Romantismo Prosa

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

1A prosa romântica no Brasil foi paralela ao desenvolvimento da imprensa brasileira, a partir de 1808. Antes da Corte portuguesa chegar ao Rio de Janeiro, não havia permissão para a imprensa tupiniquim ser livre. Assim, só com a monarquia em nosso solo, a partir de 1808, é que começamos a falar do nosso modo de vida em termos de reflexão jornalística.

Com isso, um público leitor passou a ser formado. Os boletins passaram a ser devorados com muita atenção. Aí entrou a prosa romântica, a poesia e todo o arcabouço literário dos nossos grandes autores.

Também vale destacar que a produção em formato de prosa romântica precisa ser diferenciada da produção de romances. Há a escola do Romantismo, bem como o estilo literário que é narrado em prosa para diferentes escolas. É o caso do romance naturalista ou realista.

Principais características da prosa romântica

2Diferente das poesias, os romances românticos queriam atender e responder dúvidas de cunho nacional. É como se tais autores passassem a redescobrir o país. Por isso, em seus enredos, traziam à tona os diferentes espaços da nação. Não era apenas a exaltação das belezas nacionais, mas um aprofundamento das raízes brasileiras. Era uma forma completamente diferente da poesia romântica.

A volta ao passado para explicar fatos do presente era um recurso bem utilizado pelos romancistas. Havia sempre altas doses de sentimentalismo, com histórias de amor que rompiam barreiras. O casamento ou a morte dos personagens principais eram desfechos comuns. O amor não realizado era uma forma de dar suspense e elementos interessantes para a trama. O amor era uma forma de purificação.

Nos conflitos narrativos das prosas românticas o herói sempre estava presente. Os elementos de coragem e idealismo eram narrados de diferentes formas. A moral e a justiça sempre eram pregadas como elementos libertadores. As heroínas também tiveram seus papéis. A ideia de bem e mal era muitos fortes nessa escola literária.

A década de 50 e 60 foram as principais searas onde se desenvolveram os autores românticos. Conheça alguns desses principais nomes.

– Teixeira e Sousa
-Joaquim Manuel de Macedo
– José de Alencar
– Manuel Antônio de Almeida
– Bernardo Guimarães
– Alfredo Taunay
– Franklin Távora


Publicidade

Recomendados para você

Comentários