Colégio Web

Aspectos estilísticos

1Os românticos abandonam a forma fixa (raros os sonetos, odes, oitavas e etc.), abandonam o uso obrigatório da rima e acabam valorizando o verso branco, negam os gêneros literários em que abandonam o tradicional, fazendo com que alguns gêneros não fizessem mais parte de suas produções: a tragédia e a comédia, para em seguida irem surgindo outros como o drama, o romance de costumes entre outros.

Publicidade

Para os românticos, um grande acontecimento foi o enriquecimento da Língua Portuguesa, com a incorporação de neologismos e a aproximação entre a Língua Literária e a Língua oral e coloquial.

A liberdade de criação, o modo de expressão livre é a principal regra das três gerações do Romantismo. Algumas características passam a ser marcantes nesta escola:
• Liberdade de criação e de expressão
• Nacionalismo
• Historicismo
• Medievalismo
• Tradições populares
• Individualismo, egocentrismo
• Pessimismo
• Escapismo
• Crítica social

As tendências também passam por diferentes espaços e formas de representação.
Nacionalismo, historicismo e medievalismo: quando se exalta do valor do herói nacional algum tipo de influência para a literatura. O passado histórico está sendo representado especialmente por figuras heroicas do período medieval.

Tendências

Folclore: há toda uma valorização da fonte popular, especialmente a folclórica. O autor romântico busca se inspirar na narrativa oral e na canção popular como forma de mostrar sua admiração por uma narrativa oral que valorize a canção, o nacional, o ideal do país.

Confessionalismo: o sentimento pessoal do autor é expressado em sua obra. Seus momentos de vida são retratados como parte de suas produções. Ele não se envergonha de se revelar em seus escritos.

Pessimismo: o Lord Byron é um dos representantes do pessimismo romântico. A melancolia dos autores era evidente em diferentes espaços da literatura. O sentimento individual, um certo egocentrismo se fazia até mesmo parecer doentio no meio em que tais figuras não conseguiam se adaptar. Daí viverem sozinhos ou até mesmo preferirem a morte.

O chamado “mal do século” ou tédio para a vida levava a algumas características:
– ambientes exóticos ou passados misteriosos.
– narrativa fantástica (que envolviam aspectos sobrenaturais)
– mortes (como última alternativa)

Crítica Social: os românticos poderiam assumir um tipo de caráter mais combativo, alguns se opunham ao regime vigente. Esses traços foram observados especialmente na Terceira Geração do romantismo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados