Colégio Web

Indústria têxtil do algodão

Publicidade

4. Indústria têxtil do algodão

Até o final do século XVII a indústria não tinha muita importância na Inglaterra.
 
Os pequenos proprietários, chamados de yeomen, constituíam uma classe abundante que usava suas próprias terras para realizar o trabalho agrícola, pastoreio e artesanato, possuindo suas próprias matérias-primas e máquinas de fiar. 

No início do século XVIII os yeomen começam a desaparecer, pois a burguesia cercou as terras baldias e de uso comum que eram habitadas pelos yeomen. Ocorreu um êxodo rural, a indústria doméstica teve fim, e os yeomen concentraram-se nas cidades disponíveis para as manufaturas urbanas.
O desenvolvimento da industrial inglês tem relação direta com a indústria da lã. A transição da indústria doméstica para a manufatura também está ligada à indústria da lã. 

Os comerciantes do Oriente tiveram contato direto com o algodão e os tecidos de algodão. Tal indústria teve bons resultados graças à abundância de matéria-prima no Oriente e nos Estados Unidos (que era colônia da Inglaterra), pela disposição de mão-de-obra barata, e por não haver uma legislação que regulasse o crescimento e o comércio desta indústria, como ocorria com a indústria de tecidos de lã.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados