Colégio Web

O Tenentismo

Publicidade

2. O tenentismo 

Características
O custo de vida estava mais alto, a população reivindicava por votos verdadeiros, que pudessem ser diretos e que fossem controlados pelo Poder Judiciário. O tenentismo foi um nome usado pelo fato de alguns oficiais, sendo sua maioria tenentes do exército Brasileiro, começarem um movimento político militar, e algumas rebeliões que ocorreram no ínicio da década de 1920, requerendo reformas na política. Mas tinham uma inspiração comunista, queriam reformular a estrutura do poder no país, colocando algumas idéias como, a instituição do voto secreto, reformar o ensino público, para que o comunismo acabasse tomando o poder. 

Os participantes
Devemos considerar o nível social dos militares da época, alguns tenentes eram da classe média, já outros pertenciam as famílias mais tradicionais, mas isso não é o bastante para esclarecer o movimento tenentista, também precisamos levar em conta que os tenentes pertenciam às Forças Armadas, uma fundação própria da sociedade, deixando o movimento com a idéia de proteção nacional, e que poderia tirar proveito da via armada. Dentre os tenentes que faziam parte do movimento, destacamos Luís Carlos Prestes. 

As etapas do Tanentismo
Os “18 do Forte” de Copacabana, 1922
Em 5 de julho de 1922, 18 jovens se rebelaram contra a sucessão presidencial, tentando evitar a posse de Artur Bernardes. Nesse confronto desigual com as forças do governo, dos 18 jovens apenas 2 sobreviveram, os tenentes Siqueira Campos e Eduardo Gomes 

A revolução de 1924- São Paulo
A revolta de 1924 ocorreu em São Paulo no dia 5 de julho com cerca de 1000 homens que se posicionaram em locais estratégicos, com o objetivo de tirar do poder o presidente Artur Bernardes. 

Mais uma vez o grupo de tenentes viu a derrota e rumaram em direção ao interior de São Paulo, e depois para o oeste do Paraná, onde em 1925 a coluna paulista encontrou-se com uma coluna revolucionária, que estava sob o comando de Luiz Carlos Prestes, vindo do Rio Grande do Sul, um tenente que também estava em oposição à administração política brasileira. Com a união dessas duas colunas surge a Colunas Prestes.

A coluna Prestes- 1924 / 1927
A Coluna Prestes foi um movimento militar que visava mudar e reformular a política no Brasil, sua existência foi de 1925 a 1927, e estava ligada ao tenentismo. Seus ideais principais eram: o voto secreto e um ensino público com qualidade. A coluna Prestes teve como comandante principal Miguel Costa e de Luís Carlos Prestes. 

Esse movimento chegou a percorrer mais de 24.000 Km do interior do país, onde falavam das reformas políticas e sociais, ganhando assim a confiança de muitos para que pudessem combater o presidente Artur Bernardes e logo depois Washington Luís. 

Foram exatamente 53 combates iniciados pela Coluna Prestes, sendo que em nenhum desses ela foi derrotada. Apesar disso, a coluna foi um fracasso politicamente, o povo se colocou em oposição ou indiferente ao movimento. 

Todo esse fracasso, evidenciou que o tenentismo não tinha capacidade de conquistar o poder com as próprias mãos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados