Colégio Web

Ambigüidade

1Falar de ambiguidade é mostrar duplamente o sentido de um elemento da língua, seja ela portuguesa ou de outra origem. Afinal, quem nos negará a existência da ambiguidade entre os gregos? Ou ainda, será que o latim não apresenta ambiguidades.

Publicidade

Ambíguo é tudo aquilo que tem duplo sentido. Você pode usar uma expressão ou mesmo palavras que terão esse tipo de efeito no interlocutor. Aí está a ambiguidade. Para efeito de estudo, também é importante esclarecer em que momentos gramaticais este evento acontece com mais frequência.

Vejamos a seguir.

Adjunto Adverbial: quando ocorre má colocação das palavras próximas ao adjunto adverbial.

Observe: Homens que recebem leite materno frequentemente são mais sadios.

Os homens são mais sadios porque recebem leite frequentemente ou são frequentemente mais sadios porque recebem leite? Para eliminar a ambiguidade: Homens que recebem frequentemente leite materno são mais sadios. Homens que recebem leite materno são frequentemente mais sadios.

2Pronome relativo: quando usamos o pronome relativo de forma inadequada há mais um risco de cometermos ambiguidade.

Exemplo: Joana pegou o recipiente vazio da aliança de brilhantes que estava sobre a mesa.
O que estava sobre a mesa: o recipiente vazio ou a aliança de brilhantes?
Para eliminar a ambiguidade: Joana pegou o recipiente vazio da aliança de brilhantes a qual estava sobre a mesa.
Joana pegou o recipiente vazio da aliança de brilhantes o qual estava sobre a mesa.

Neste caso acima, pela existência dos dois substantivos: estojo e aliança, que pertencem a gêneros diferentes, o “problema” foi resolvido quando se substituiu cada substantivo por o qual/a qual. Se pertencer ao mesmo gênero, a reestruturação deveria ser diferente.

Casos diversos: pronomes, termos, orações ou frases: observemos alguns exemplos de ambiguidade nos exemplos abaixo.
Aquele velho homem encontrou a menina em seu quarto.
A menina estava no quarto dela ou do velho homem?
Para eliminar o erro de ambiguidade: Aquele velho homem encontrou a menina no quarto dela.

Ex.: Sentado na varanda, o homem enxergou um mendigo.

Quem estava sentado na varanda: o homem ou o mendigo?

Para sanar a ambiguidade: O homem avistou um mendigo que estava sentado na varanda.
O homem que estava sentado na varanda avistou o mendigo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados