Colégio Web

Nomenclatura dos compostos orgânicos

Publicidade

Uma das coisas que mais chama a atenção das pessoas é a nomenclatura dos compostos orgânicos, especialmente pelo fato de que muitos desses nomes são derivados de algo relacionado, o que torna muito divertida a descoberta de suas origens.

Originalmente, os compostos orgânicos eram nomeados de acordo com o que era escolhido pelos seus descobridores. E como eles eram poucos, recebiam nomes relacionados a assuntos, o que fez com que a morfina recebesse esse nome em homenagem ao deus grego dos sonhos, Morfeu, por exemplo.

Casos curiosos

Nomenclatura dos compostos orgânicos

Em virtude disso, há casos realmente curiosos de nomes que foram dados pelos descobridores para fazer homenagens realmente pessoais, como o acido barbitúrico, que recebeu esse nome em homenagem à Bárbara, uma amiga do descobridor que não tinha qualquer relação com a pesquisa.

Outro caso curioso é o da ureia, que recebeu esse nome por ter sido isolada dentro da urina, fazendo com que a relação entre essa substância cristalina e o liquido que expelimos ficasse marcada para sempre no imaginário da maior parte das pessoas.

Aumento do número de compostos orgânicos

No século XIX, houve um aumento exponencial de compostos orgânicos descobertos, e com isso, cresceu também a necessidade de se criar um método sistemático e especifico para fazer a nomeação desses compostos.

Segundo esse método, há, por exemplo, o grupo dos alcanos, que tem a sua nomenclatura baseada diretamente no número de átomos de carbono na cadeia, e com isso, seus nomes levam sempre o sufixo “ano” e são baseados nos números gregos.

A exceção fica por conta dos seguintes alcanos: butano, metano, etano e propano, que possuem seus nomes em virtude de outras conotações históricas.

Há também o grupo alquila, que tem sua nomenclatura feita substituindo o sufixo “ano” pelo sufixo “ila”, gerando nomes como o etila, por exemplo.

compostos orgânicos

Dessa forma, ficou muito mais fácil e metódico escolher os nomes dos compostos orgânicos que passaram a ser descobertos com maior frequência ainda a partir do século XX, tornando esse método ainda mais eficaz e útil.

Não à toa que esse método ainda é utilizado até os dias de hoje, fazendo com que tudo fique muito mais simples e eficaz do que era antes, quando apenas a predileção dos descobridores era levada em conta na hora de nomear um composto orgânico descoberto recentemente.

E isso foi fundamental para facilitar o entendimento de mundo que temos atualmente, já que os compostos orgânicos e seus nomes são muito vistos em praticamente todos os ramos da ciência orgânica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados