Colégio Web

Classificação dos sais

Publicidade

Esse material tem como objetivo falar de forma breve a respeito dos sais inorgânicos. Aqui serão abordados os seguintes itens:

  • Composição do sal (equação base)
  • Classificações possíveis
  • Solubilidade em água

E então, pronto para aprender um importante pedaço da química? Então vamos lá!

Classificação Sais

Os sais são compostos químicos originados da seguinte equação:

Em outras palavras é possível dizer que o sal é toda substância que, uma vez em solução aquosa, produzem, pelo menos, um cátion diferente de H+ e um ânion diferente de OH-. Isso ocorre, pois, de acordo com a equação primária que podemos ver acima, o sal é originário de um composto formado por ácido e base. A primeira tem por característica a liberação do cátion H+, enquanto a base libera o ânion OH-.

Embora os sais inorgânicos possam ter diversas composições, as mais conhecidas no nosso dia a dia estão no sal de cozinha e no bicarbonato de sódio. A composição química dessas substâncias é a seguinte:

  • Sal de cozinha – Cloreto de sódio: NaCl
  • Bicarbonato de sódio: NaHCO3

4 classificação dos sais

No que diz respeito à classificação dos sais existem 4 possíveis: neutro, básico, ácido e misto. Abaixo colocaremos brevemente uma explicação sobre cada um deles, além de um exemplo de sal para cada classificação.

  • Neutro: como o nome sugere trata-se de um sal resultado de uma neutralização total entre o ácido e a base que o originaram. Isto é, no resultado final encontrado não haverá H+ nem OH- na fórmula.

Ex: Cloreto de Sódio (NaCl)

  • Básico: nesse tipo de sal, a neutralização ocorre de forma parcial e tem como resultado um sal que possui o ânion OH- em sua fórmula.

Ex: Cloreto monobásico de alumínio (Al(OH)Cl2)

  • Ácido: a exemplo do básico, o sal ácido também é originado a partir de uma neutralização parcial. A diferença é que agora a presença na fórmula não é mais de um ânion e sim do cátion H+

Ex: Bicarbonato de Sódio (NaHCO3);

  • Misto: nesse tipo de sal a característica principal ocorre pela presença de dois cátions ou dois ânions em sua fórmula

Ex: NaKSO4 (Sulfato de sódio e potássio) – 2 cátions – Na+; K+

CaClBr (Cloreto Brometo de Cálcio) – 2 ânions – Cl-; Br-

Sais ClassificaçãoOutro tipo de classificação possível para os sais envolve o grau de solubilidade deles em água. Para esse tipo de classificação temos as seguintes possibilidades: solúveis e insolúveis. No primeiro tipo, o sal irá dissociar quando em contato com a água, transformando-se, assim, em um bom condutor de eletricidade.

Já quando o sal for insolúvel, isto é, com uma baixa dissociação em contato com a água, ele é caracterizado como um mau condutor de corrente elétrica. Para saber em qual grau de solubilidade o sal analisado está inserido, existem algumas regras que devem ser seguidas e, claro, algumas exceções, prática comum quando tratamos de química. Pela tabela abaixo é possível analisar essa relação de solubilidade, de acordo com a classificação do sal. Nela são destacadas, ainda, as principais exceções para cada caso.

Como falado no início, a ideia desse material era abordar de forma breve sobre os sais inorgânicos, suas composições e características. A química como um todo tem uma complexidade grande e exige um tempo extenso de dedicação e estudo, para que todos seus detalhes sejam compreendidos.

Esse resumo sobre uma parte dela é apenas um incentivo para que o pontapé inicial seja dado. E aí, pronto para um próximo tópico? Bons estudos!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados