Colégio Web

A igreja e a colonização

Publicidade

7. A igreja e a colonização: 
A igreja católica ganhou grande destaque na colonização americana. Na Época Moderna o espírito cruzadista apareceu novamente, porém se confundindo com a missão colonizadora. Por esse motivo a conquista da América esta relacionada com a cruz e com a espada que são considerados dois signos da civilização cristã européia. 

Algumas ordens religiosas como jesuítas, dominicana, carmelita e beneditina, que representam a Igreja, estiveram no Brasil com a ação da Companhia de Jesus, que teve participação na história do Brasil desde quando Portugal conseguiu assumir a empresa colonizadora.

Reforma da Igreja Católica (contra-reforma):

Para parar o crescimento do protestantismo, e para se recuperar do momento de decadência, foi criado o chamado “soldados de Cristo” eram jesuítas destinados reconstituir o clero e diminuir o crescimento do protestantismo.

Por volta de 1543 a Igreja Católica formou o Concilio de Trento para discutir quais medidas seriam tomadas para evitar que a Igreja Católica perdesse mais fiéis e reorganizar dogmas, algumas das medidas foram: reaver a inquisição, converter nativos de novas terras através da catequese, a idolatria dos santos e da virgem, entre outras medidas. 

Dessas medidas a Inquisição se destaca, por ser uma forma repressora extremamente severa, na qual foram julgados muitos protestantes.

Devido ao desenvolvimento naval, a contra-reforma foi mais expressiva na Espanha e Portugal, pois a Igreja enviou jesuítas para a América do sul e central, consequentemente os protestantes migraram para o norte da América.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados