Colégio Web

Euclides da Cunha

Publicidade

EUCLIDES DA CUNHA (Cantagalo, RJ, 1866 – Rio de Janeiro, 1909). 
NASCIMENTO E MORTE – Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha nasce em 20 de janeiro de 1866, na Fazenda Saudade, Cantagalo, Rio de Janeiro. Falece no Rio de Janeiro, em 15 de agosto de 1909.

INFÂNCIA – Com a morte da mãe, Euclides passa a viver com as tias. Em São Fidélis (RJ), aos dez anos de idade, inicia os primeiros estudos. Ele permanece lá até 1879, quando completa 14 anos de idade.

PRIMEIROS ESCRITOS – Euclides publica no Colégio Aquino os primeiros artigos no jornal O Democrata, fundado por ele e seus colegas.

ESCOLA MILITAR – Em 20 de fevereiro, aos 21 anos de idade, Euclides assenta praça na Escola Militar da Praia Vermelha, sendo aluno de Benjamin Constant, conhecido positivista.

CASAMENTO – Aos 25 anos de idade, Euclides matricula-se na Escola Superior de Guerra, atingindo o posto de segundo-tenente em abril. Em 10 de setembro, casa-se com Anna Emília, a “Saninha”, como a chamavam.

ESTRÉIA – Em 1902, publica Os Sertões, sucesso imediato de público e de crítica.

IMPACTO – A publicação de Os Sertões é um marco na vida mental do Brasil. Livro único, sem igual em outras literaturas, consegue misturar o ensaio, os fatos da História, as ciências naturais, a epopéia, o lirismo, o drama, mostrando a definitiva conquista da consciência de brasilidade pela vida intelectual do País.

RECONHECIMENTO IMEDIATO – A importância literária e científica de Os Sertões é reconhecida logo de início, e o autor passa a ser tratado como gênio pela crítica especializada.

ABL – Em 1903, é eleito para a Academia Brasileira de Letras.

MORTE TRÁGICA – Em 1909, Euclides é assassinado, aos 43 anos, por Dilermano de Assis, amante de Saninha, numa estação de trem.

OBRAS

1. Os Sertões (romance, 1902)

2. Contrastes e Confrontos (1904)

3. Peru versus Bolívia (1907)

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados