Colégio Web

Atividades do Período Colonial

Publicidade

OUTRAS ATIVIDADES QUE MARCARAM O PERIODO COLONIAL

BANDEIRAS – Eram expedições particulares (privadas), que contribuíram decisivamente para a expansao territorial do Brasil, pois ultrapassaram os limites impostos pelo Tratado de Tordesilhas. Essas expedições eram originárias de São Paulo. Podemos classificar as bandeiras em 3 tipos:

a) Apresamento ou apresadora – Destinava-se à caça aos indígenas para vendê-los como escravos. Este bandeirismo entrou em conflito com as missões jesuíticas. O grande destaque desta bandeira é Antônio Raposo Tavares.

b) Sertanismo de contrato – Destinava-se a destruir rebeliões de escravos (quilombos). Podemos citar como exemplo a destruição do Quilombo dos Palmares. O grande destaque desta bandeira é Domingos Jorge Velho.

c) Prospecção – Destinava-se à busca das riquezas minerais. Essa atividade foi responsável pelo povoamento de Minas Gerais, Mato grosso e Goiás. Destaques para Borba Gato e Bartolomeu Bueno da Silva, o “Anhangüera”.

PECUÁRIA OU CRIAÇAO DE GADO – Atividade complementar da economia açucareira. Essa atividade era praticada nos próprios engenhos de cana-de-açúcar, onde se empregava a força dos animais para fazer funcionar as moendas; podemos dizer que o gado foi a força motriz dos engenhos. O gado também era usado como transporte até os portos de embarque do açúcar, e sua carne, depois de salgada e secada ao sol, destinava-se à alimentação nos engenhos.

Diferentemente do ocorrido na atividade açucareira, na pecuária utilizou-se mão-de-obra livre.

CACHAÇA, TABACO E FUMO – Eram produtos utilizados para fazer comércio na África, na troca por negros.

ALGODÃO – Era produto destinado à exportação, matéria-prima da indústria têxtil inglesa.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados