Colégio Web

Tipos de Advérbios

O advérbio é uma categoria gramatical invariável que modifica um verbo, um adjetivo, outro advérbio ou uma frase inteira, atribuindo-lhes uma circunstância.

Publicidade

O advérbio é uma categoria gramatical invariável que modifica um verbo, um adjetivo, outro advérbio ou uma frase inteira, atribuindo-lhes uma circunstância. Essa circunstância é classificada conforme o que expressa:

  • Lugar: longe, junto, acima, atrás…
  • Tempo: breve, cedo, já, dentro, ainda…
  • Modo: bem, mal, melhor, pior, devagar, (a maioria dos advérbios de modo usa o sufixo-mente).
  • Negação: não, tampouco, absolutamente…
  • Dúvida: quiçá, talvez, provavelmente, possivelmente…
  • Intensidade: muito, pouco, bastante, mais, demais, tão…
  • Afirmação: sim, certamente, realmente, efetivamente…

Flexão do advérbio

O advérbio pertence à categoria de palavras invariáveis e flexiona-se no grau comparativo e superlativo.

Comparativo:

  • Igualdade: tão+advérbio+ quanto
  • Superioridade: mais+advérbio+(do) que
  • Inferioridade: menos+advérbio+(do) que

 Superlativo:

  • Sintético: +sufixo-issimo
  • Analítico: muito+advérbio

Obs.: nos casos de bem e mal admite o grau de comparativo de superioridade sintético: melhor e pior. As formas mais bem e mais mal são usadas diante de particípio adjetivado (Ela está mais bem informada do que eu).

Advérbios interrogativos

São usados nas frases interrogativas diretas ou indiretas: onde (lugar), como (de modo), por que (de causa), e quando (de tempo).

Locuções adverbiais

Advérbios

As locuções adverbiais são duas ou mais palavras exercendo a função de um advérbio. São classificadas de acordo a circunstância que expressam: à direita, à frente, à vontade, de cor, em vão, por acaso, frente a frente, de maneira alguma, de manhã, de repente, de vez em quando, em breve entre outras.

Emprego do advérbio

  • Na linguagem coloquial, o advérbio recebe o sufixo diminutivo e nesse caso o advérbio assume valor superlativo;
  • A repetição de um mesmo advérbio também assume valor superlativo;
  • Quando o advérbio terminado em-mente estiver coordenado, é comum o uso do sufixo apenas no último;
  • Antes de particípios bem e mal aparecem nas formas analíticas do comparativo de superioridade (mais bem e mais mal) e não como melhor ou pior;
  • Muito e bastante podem aparecer como advérbio ou pronome indefinido;
  • Adjetivos adverbializados mantêm-se invariáveis (Terminaram rápido o trabalho).

Palavras denotativas

Algumas palavras se assemelham ao advérbio, mas são consideradas como palavras denotativas não pertencendo a nenhuma das dez classes gramaticais. São classificadas em função da ideia que expressam:

  • Adição: ainda, além disso. Exemplo: Comeu tudo e ainda queria repetir.
  • Afastamento: embora. Exemplo: Foi embora ontem.
  • Afetividade: ainda bem, felizmente. Exemplo: Felizmente tudo deu certo.
  • Aproximação: quase, La por, cerca de, por volta de.
  • Designação: eis. Exemplo: Eis nossa casa nova.
  • Exclusão: apesar, somente, só, unicamente, inclusive, exceto, senão, sequer, apenas.
  • Explicação: isto é, por exemplo, a saber.
  • Inclusão: até, ainda, também, inclusive.
  • Limitação: só, somente, unicamente.
  • Realce: cá, lá, não, mas é porque.
  • Retificação: aliás, isto é, ou melhor.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados