Colégio Web

Como ter boas ideias para redações?

Publicidade

Constantemente somos pegos desprevenidos para criar redações nas aulas de português e literatura. Reclamamos e dizemos que não estamos inspirados, que faltam ideias e que não é um bom momento para escrever. No entanto, o professor nem retrucar logo coloca um tempo muito baixo para que o projeto seja feito.

Não há nada a fazer a não ser botar a mão na massa e criar o texto. Para a nossa sorte, escrever não requer nenhum tipo de meditação ou concentração; é intuitivo. Basta você compreender alguns fundamentos básicos da redação que rapidamente produzirá textos de qualidade e que agradem o professor.

Dominando as técnicas, não importa o assunto, o tempo proposto e o seu humor no momento, pois sempre conseguirá produzir bom conteúdo!

3 dicas para ter boas ideias para redação

Como ter boas ideias para redações

Ninguém tira boas ideias do nada. Sempre há algo para se espelhar e, então, se tornar uma boa fonte para os textos. Quando você passa a entender como a criação de redações se baseia, você percebe que não é tão difícil assim escrever em grande quantidade e com o tempo apertado sem perder a qualidade.

No entanto, as dicas abaixo não serão em relação a ortografia e gramática, pois isso só consegue ser melhorado a partir de muita leitura e estudos, mas, sim, sobre o que permeia a mente em relação a criação de textos.

E aí? Está pronto?

1# – Treinar sempre

A principal maneira de sempre ter boas ideias é treinando com frequência. Ao escrever sem pressão e com assuntos dos mais variados tipos, você começará a ver que as palavras e frases aparecem na mente naturalmente, sem grandes esforços.

Existem formas pré-determinadas de escrever um texto. Você pode começar falando de tudo que envolve o assunto para depois entrar de cara nele. Por exemplo, quando escrever de carro, comece pela história da montadora, depois fale dos modelos antigos de determinado veículo para, então, falar do carro em questão.

Ao pegar o jeito, você terá sucesso sempre!

2# – Trabalhe sempre com um objetivo

Não escreva a esmo sem ter um foco. Não espere que as ideias fluam e que você terá assunto para todas as linhas. É preciso se planejar antes de escrever um texto. Por exemplo, se o professor pediu 30 linhas, separe quanto você dará para cada tópico. A introdução será pequena? O desenvolvimento terá quantos parágrafos? E a conclusão?

Assim, você jamais escreverá menos do que deveria e nem excederá o número de linhas proposto.

3# – Faça um brainstorming

Antes de começar a escrever, caso ache que está difícil ter boas ideias, teste fazer um brainstorming. Jogue várias ideias no papel e vá colocando outras que surjam delas. Desta maneira, você perceberá que conseguiu diversos tópicos interessantes.

Então, separe-os e divida o número de linhas, mais ou menos, de quanto você dará a cada um deles. Escreva cada pedaço como se fosse um texto, pois assim ele será completo e de qualidade. Mas o melhor de tudo é que você nem perceberá que escreveu tanto, pois irá por partes.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados