Colégio Web

A vírgula

2Quando a vírgula está  em uma oração com ordem direta (com termos que se sucedem nas seguintes escalas: sujeito + verbo + complementos do verbo/adjunto adverbial), quando não há inversão ou intercalação, o uso da vírgula é, na maioria das vezes desnecessário. Confira como isso ocorre.

Publicidade

Quando não usar a vírgula

Quando se separa termos, a partir da análise sintática, que vão estar ligados entre si.

Sujeito e predicado: observe a frase e veja que não  houve necessidade da vírgula entre o sujeito e predicado: “Todos os jovens da igreja foram advertidos”.

Verbo e objetos: a vírgula é desnecessária entre verbo e objeto. Confira: “O trabalho custou paciência aos idealizadores”.

A vírgula também pode ser descartada quando temos o nome e o complemento do nome ou quando temos o nome e o adjunto adnominal.

Quando usar a vírgula?

  1. 1A vírgula pode ser usada para remarcar intercalação nos seguintes casos:

Adjunto adverbial: observe a seguinte frase: “A banana, por conta da sua abundância, tem caído de preço.

Conjunção: “O cerrado é seco e árido. Está produzindo, todavia, vasta produção alimentar.

Expressão corretiva ou explicativa: “A indústria não quer abrir mão de suas benesses, isto é, não quer deixar de ter volumosos lucros”.

  1. Marcando inversões

Adjunto adverbial no início: quando começa a oração. “Depois das 18h, toda a cidade fecha as portas.

Pleonasmo anteposto ao verbo: Aos cientistas, não lhes apresentaram verba extra.

Nome de lugares antepostos às datas: Maraú, 15 de março de 1985.

  1. Elementos coordenados

A vírgula também é usada para separar os elementos que se coordenam entre si ou estão dispostos em enumeração.

Era um menino de 10 anos, bonito, magro.

A ventania levou casas, e aparelhos, e postes, e animais.

  1. Elipse

A vírgula também é usada para marcar elipses, ou seja omissões do verbo.

Eu quis comer pizza; e eles, comida japonesa.

  1. Para isolamento

Aposto: Barra Grande, considerada o Caribe brasileiro, não tem um bom sistema de coleta de lixo.

Vocativo: Ora, João, não diga asneiras!

Saber usar

A Associação Brasileira de Imprensa fez uma homenagem muito interessante quanto ao uso da vírgula. Confira abaixo:

Vírgula – ABI (Associação Brasileira de Imprensa)

A vírgula pode ser uma pausa, ou não.

Não, espere.

Não espere.

Ela pode sumir com o seu dinheiro.

23,4

2,34

Pode ser autoritária.

Aceito, abrigado.

Aceito obrigado.

A vírgula pode criar heróis.

Isso só, ele resolve.

Isso, só ele resolve.

E vilões.

Esse, juiz, é corrupto.

Esse juiz é corrupto.

Ela pode ser a solução.

Vamos perder, nada foi resolvido.

Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.

Jornal: “Não queremos saber”

Jornal: “Não, queremos saber”

Uma vírgula muda tudo.

ABI (Assoc. Bras. de Imprensa), 100 anos lutando para que ninguém mude nenhuma vírgula da sua informação.

 

Comercial sobre a liberdade de imprensa que mostra como uma simples vírgula pode alterar a história.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados