Colégio Web

Propostas dos presidenciáveis para a Educação

Publicidade

Os investimentos na Educação nacional são medidas essenciais para aumentar a qualidade de ensino em nossas escolas. Visando a implantação de novos sistemas de ensino nas escolas brasileiras, melhorias nas condições de trabalho de professores, entre outros, várias das propostas investidas pelos candidatos à Presidência da República prometem melhorias no ensino nacional. Confira alguns dos pontos mais fortes dentro de cada campanha, no setor da Educação:

Aécio Neves

Entre as principais propostas do candidato tucano, estão a universalização da educação básica dos quatro aos 17 anos, o incentivo para melhorar a formação, a carreira e a remuneração dos professores, a modernização dos equipamentos escolares, o aprimoramento do ENEM e o destino de 10% do PIB para a área.

Dilma Rousseff

A candidata petista promete focar na transformação da qualidade de ensino, destinando recursos originários da exploração do petróleo para o setor. Destaca em sua proposta de governo a ampliação de creches, a qualificação da rede de ensino integral, mudanças curriculares na grade escolar, mecanismos de valorização dos professores e a concessão de mais 100 mil bolsas do programa Ciência sem Fronteiras.

Eduardo Jorge

O candidato do PV promete buscar mais recursos para as políticas de educação, remanejando o orçamento com uma reforma tributária e cortes de gastos, que favorecerão também ao setor da saúde. Jorge pretende realizar concursos para valorizar o profissional da educação e rever o currículo do ensino fundamental, incluindo disciplinas como observação da natureza e música.

Educação

Eymael

O candidato do PSDC promete investimentos para o ensino fundamental do país, garantindo enquadrar o ensino nacional nas recomendações da ONU. Também pretende informatizar as escolas, promover o ensino integral e ampliar as vagas em cursos técnicos e profissionalizantes.

Levy Fidelix

Levy, do PRTB, promete implantar a informatização das escolas, com internet banda larga em todos os municípios, além de reestruturar cargos e salários dos professores.

Luciana Genro

A candidata do PSOL afirma que fará uma ampliação gradual dos investimentos públicos, universalizando o acesso a todos os níveis de educação de forma gratuita pelas instituições públicas.

Marina Silva

A candidata do PSB promete inovar na educação pública, promovendo mudanças curriculares, de metodologia e a organização e formato das escolas. Mariana também trabalhou estabelecendo metas para o combate ao analfabetismo e para transformar o programa Mais Educação.

Mauro Iasi

O candidato do PCB pretende priorizar a educação pública, garantindo qualidade e gratuidade em todos os níveis, defendendo a “não mercantilização” do setor.

Educação Presidentes

Pastor Everaldo

Pastor Everaldo, do PSC, acredita na reforma da educação dentro de métodos de descentralização da gestão, com melhorias em certas disciplinas da grade curricular e a expansão do programa Prouni para o ensino médio, fundamental e infantil.

Rui Costa Pimenta

O presidenciável do PCO defende a estatização de escolas privadas, garantindo a autonomia escolar e a reabertura de escolas e salas de aula fechadas, além de prometer fixar um salário que atenda às necessidades do professor.

Zé Maria

Zé Maria, do PSTU, promete garantir 10% do PIB para a educação, investindo no Plano Nacional de Educação do Governo brasileiro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados