Colégio Web

As Bactérias

Publicidade

Os microorganismos são encontrados em praticamente todos os ambientes naturais, tais como constituição do solo, ar, água, plantas, animais, corpo humano, alimentos e esgoto. Apresentam-se sob a forma de comunidades (conjunto de população de espécies), e para que possamos estuda-los no laboratório, necessitamos separá-los individualmente, para que, em cultura formem populações clonadas (iguais, puras), conhecidas como culturas puras (colônias).

Colônias

Colônias em placa de agar 

• Tamanho- O tamanho das colônias varia desde dimensões muito pequenas até colônias muito grandes. 

• Bordos- A periferia das colônias bacterianas forma muitos desenhos diferentes, dependendo da espécie. 

• Elevação- As colônias podem ser muito finas (achatadas) ou espessas (elevadas). 

• Pigmentação- As colônias podem ser coradas (pigmentadas) ou não (não-pigmentadas). 

• Detalhes ópticos- As colônias bacterianas podem ser opacas, translúcidas ou opalescentes. 

Colônias em caldo nutritivo 

• Quantidade de crescimento- Escassa, moderada ou abundante. 

• Distribuição do crescimento no meio de cultura- Crescimento uniformemente dividido (nitidamente turvo); crescimento confinado à superfície do meio, como uma espuma ou filme ( película); ou crescimento acumulado como sedimento, que pode ser granuloso ou viscoso.
 
• Odor- Pode ser pútrido, de frutas ou aromático, ou desprezível.

Culturas puras

As culturas puras representa uma condição artificial para o crescimento das bactérias e de outros microorganismos, imposta pelas manipulações laboratoriais. No entanto, a determinação das características de uma espécie particular de microorganismos exige seu isolamento laboratorial como cultura pura. Existe uma variedade de técnicas através das quais as diferentes espécies de um espécime natural podem ser isoladas e desenvolvidas em forma pura.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados