Busca Digite o que você quer buscar:  
Postado em 01/06/2012 11:38

A ocupação da Amazônia

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

A ocupação pré-histórica da Amazônia 

I – Um novo olhar sobre a Amazônia

Visão negativa – Até pouco tempo, havia uma visão negativa sobre o meio ambiente amazônico, principalmente por falta de pesquisas científicas. Acreditava-se que, durante a Pré-História, a Amazônia não foi capaz de desenvolver uma cultura complexa, a exemplo dos Andes e da Mesoamérica. Divulgava-se a idéia de que a Região era um vazio demográfico devido à enorme acidez do solo que, por sua vez, não permitia uma grande produtividade agrícola. Acreditava-se, ainda, que todos os artefatos de civilizações pré-históricas encontrados eram oriundos de outras regiões em função das constantes imigrações, comuns nessa fase da história da humanidade já que as populações eram nômades.

Século X a.C. – Os registros de pesquisas nas áreas da Antropologia, Arqueologia e Etno-História desenvolvidas desde o século XIX, na América e na Amazônia, permitem-nos afirmar que as civilizações complexas mais antigas, da Pré-História, surgiram entre os séculos XXV a.C. e X a.C. nas regiões Andinas e Mesoaméricas. Com relação à Amazônia, as civilizações complexas só surgiram por volta do século X a.C.

Era comum, ainda, afirmar que, devido ao surgimento tardio das civilizações complexas na Amazônia, a sua ocupação pré-histórica ocorreu do Oeste para o Leste Amazônico, e o desenvolvimento dos cacicados complexos teriam sido originado nos Andes. Mas, graças às pesquisas feitas por Domingos Ferreira Pena, João Barbosa Rodrigues, Charles Hart, Eduardo Góes Neves, Betty Megers, Anna Roosevelt, André Prous, Pedro Ignácio Schmits, a orientação leva-nos para outra direção: a ocupação pré-histórica da Amazônia originou-se do Leste para o Oeste, e os cacicados complexos surgiram nas antigas sociedades ceramistas do Oriente Amazônico (ou Marajoara).

II – A ocupação pré-histórica da Amazônia Brasileira

Não existe um quadro consensual, entre os pesquisadores antropólogos e arqueólogos, sobre a periodização da ocupação pré-histórica da Amazônia. Isso em função das poucas pesquisas realizadas nessas primeiras fases de ocupação humana da Região. Por isso, os cientistas fizeram uma periodização provisória, assim organizada:

a) Primeira fase: Paleoindígena.

b) Segunda fase: Arcaica.

c) Terceira fase: Pré-história Tardia.

AS FASES DA OCUPAÇÃO DA AMAZÔNIA

a) Paleoindígena 
Foi o período em que a humanidade, na América do Norte, vivia imigrando em busca de alimentos, coletando frutos nas árvores e caçando animais da chamada megafauna (mastrodontes, bisontentes, cervídeos e camelídeos, antigos cavalos, elefantes, preguiças, tatus gigantes, antas, tigre-dente-de-sabre, etc). Esse período teria ocorrido por volta de 11.000 a.C. a 8.500 a.C. Nessa fase, essa população já estava altamente adaptada ao meio ambiente de clima temperado.


Publicidade

Pela Web

Comentários