Colégio Web

Universidade Minerva, nos Estados Unidos, inova com estrutura sem salas de aulas

Publicidade

Quando pensamos em ambientes de estudo, como colégios ou universidades, automaticamente acabamos pensando na estrutura tradicional, com salas de aula, biblioteca, etc. Mas e se você entrasse para uma universidade que não tivesse nenhuma destas estruturas internas? Pois esta é a proposta da Universidade Minerva, localizada em São Francisco, nos Estados Unidos.

Universidade Minerva, nos Estados Unidos, inova com estrutura sem salas de aulas

A principal proposta desta instituição de ensino é promover o aprendizado e o conhecimento através do debate entre os alunos, vindos de diversos locais do mundo, incluindo o Brasil.

Para conseguir criar o ambiente necessário para que este tipo de projeto consiga o sucesso esperado, a região onde a Universidade Minerva foi instalada acabou sendo escolhida estrategicamente. Além de estar em São Francisco, a universidade está localizada no coração do Vale do Silício, uma das regiões consideradas mais criativas e inovadoras do mundo.

Debates e aulas virtuais

A Universidade Minerva atualmente conta com 29 alunos, que moram em uma residência estudantil no local. Praticamente todo o ambiente da instituição é justamente o local onde os estudantes moram, sem qualquer outro tipo de ambiente comum nas instituições, como as tradicionais salas de aulas, os corredores onde ficam os armários ou então os grandes complexos esportivos.

Universidade Minerva, nos Estados Unidos, inova com estrutura sem salas de aulas 2

Os estudantes matriculados e que residem no local assistem as aulas online em uma plataforma de ensino exclusiva, sempre com horário marcado e com professores em tempo real. Mas diferentemente da grande exposição de conteúdo, as aulas acontecem com o professor apenas conduzindo o debate dos alunos.

Os estudantes são incentivados a saírem da zona de conforto, sendo que cada participante deve se manifestar e expor suas ideias pelo menos duas vezes em cada encontro. “A ideia é desenvolver a capacidade de pensar criativamente, criticamente e de se comunicar de maneira efetiva”, explica o neurocientista Stephen Kosslyn, um dos diretores da Minerva.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados