Colégio Web

Projeto do “Enem Online” ganha consulta pública

Publicidade

O governo vai ouvir a comunidade sobre o projeto que prevê a mudança na forma como Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, é aplicado aos estudantes. O chamado “Enem Online” prevê um sistema que permite aos estudantes fazerem a prova a qualquer momento do ano, em unidades com computadores conectados a uma base de questões.

Enem Online 2

O Ministério da Educação abril uma consulta pública com o objetivo de debater melhor com a comunidade esta ideia. Qualquer cidadão poderá entrar no site do Enem Digital  http://enemdigital.mec.gov.br/ criado pelo MEC e dar a sua opinião. O prazo máximo é dia 17.

Ao entrar na página o cidadão poderá ler um breve descritivo da proposta de mudança do ENEM e depois poderá participar de um questionário. Para responder as perguntas feitas pelo governo será preciso informar o número do CPF.

São três perguntas que poderão ser respondidas de forma livre, ou seja, sem opções pré-definidas:

  1. Qual é a sua sugestão para a ampliação do banco de itens nas quatro áreas de conhecimento do ENEM (linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias)?
  2. Qual a sua sugestão para o aprimoramento da logística, segurança e aplicação da prova?
  3. Gostaria de fazer algum outro comentário acerca do tema?

Ao final também é possível adicionar algum tipo de arquivo de texto ou imagem.

Enem Digital

Enem Online

A ideia do projeto é descentralizar o ENEM para que a prova não seja feita em um único final de semana no Brasil inteiro, o que demanda uma imensa e custosa operação de logística. Os estudantes poderiam fazer a prova em qualquer dia, através de computadores com acesso a um sistema seguro e online.

Ao logar no sistema o estudante ganharia uma prova única a partir da mistura das questões que estarão disponíveis no banco de dados. Será necessário um banco com milhares de questões diferentes para que o risco de fraudes seja nulo. Em um primeiro momento fala-se de 8 mil questões de cada matéria.

Além disso o banco de dados estaria disponível para consulta dos estudantes. Sobre a possibilidade que algum estudante consiga decorar as respostas das questões para conseguir se sair bem na prova, a resposta do então Ministro da Educação, Cid Gomes, foi a seguinte: “Se a pessoa for capaz de decorar sem aprender oito mil questões de cada área, 32 mil quesitos no total, a pessoa é um gênio”.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados