Colégio Web

Papa aceita a Teoria do Big Bang e a Teoria da Evolução

Publicidade

Para muitas pessoas, a escolha do Papa Francisco já mostrou que a Igreja Católica deseja mesmo se modernizar e se aproximar mais da realidade das coisas, para tentar recuperar um terreno que vem perdendo em larga escala em praticamente todos os continentes.

Pois para especialistas e para os fiéis, bem como para os nãos fiéis, o Papa Francisco já pode ser considerado um dos mais populares que a Igreja Católica já teve nos últimos anos, além de também ser um dos mais modernos.

E uma prova disto, foram as suas últimas declarações reconhecendo e aceitando duas teorias das mais importantes para a Ciência, e que sempre foram usadas como contraponto à fé e à doutrina católica, o Big Bang e a Teoria da Evolução das Espécies.

Um sopro de realidade dentro da Igreja

Papa Evolucionismo

O Papa Francisco, durante um discurso feito dentro da Pontifícia Academia de Ciências, que é uma instituição independente cuja sede fica no Vaticano e que tem suas atividades financiadas em boa parte pela própria Igreja Católica, surpreendeu o mundo mais uma vez, dando provas de que pretende revolucionar a forma como a Igreja vê o mundo.

Neste discurso, Francisco afirmou, entre outras coisas, e com todas as letras, que tanto a Teoria do Big Bang, que explicaria as origens do universo, bem como a Teoria da Evolução das Espécies, que busca explicar, entre outras coisas, a origem do próprio ser humano, não contradizem a existência de Deus.

Muito pelo contrário, para o Papa Francisco, elas são duas teorias que devem ser aceitas por serem plausíveis e perfeitamente próximas da verdade, além de também serem duas teorias que reforçam a existência de um ser divino, que seria o próprio Deus.

A visão de Francisco

Papa Big Bang

Para o Papa Francisco, o Big Bang, que é a visão mais aceita para a criação do universo, é também a prova máxima da intervenção de Deus, já que teria sido Ele a força que deu início ao processo conhecido como explosão primordial.

Já no que diz respeito à Teoria da Evolução das Espécies, que sempre foi alvo de polêmicas dentro das mais diferentes alas religiosas desde a sua formulação, no século XIX, por Charles Darwin, a visão de Francisco aponta para o fato de que para os seres evoluíssem, foi necessário que houvesse a criação dos primeiros seres.

Desta forma, o Papa Francisco abre mais um diálogo, desta vez com a Ciência, que para muitos não deve ser parceira da Fé. Ou seja, o Papa Francisco dá início a mais uma tentativa de aproximação e de conciliação, ao invés de atacar, como normalmente fazem certos setores da Igreja Católica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados