Colégio Web

Novos locais do Enem devem ser divulgados no dia 22

Cerca de 271 mil alunos não fizeram a prova em função da ocupação das escolas.

Publicidade

Para a grande maioria dos estudantes que se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio, a ansiedade já passou e agora o que resta é esperar pelos resultados finais das provas. Mas para uma parte dos participantes o Enem ainda não aconteceu. Aqueles que não conseguiram fazer a prova devido as ocupações das escolas devem saber o local onde deverão comparecer na próxima semana.

ministerio-publico-no-ceara-pede-anulacao-da-redacao-do-enem

De acordo com as informações que foram divulgadas pelo Inep, os inscritos que estão aguardando para fazer a prova deverão entrar no site do Enem a partir da próxima terça-feira, dia 22, para saber o local onde deverão comparecer para realização das provas. No site do Enem os estudantes deverão entrar com seu número de inscrição. A informação também poderá ser obtida através do aplicativo.

Segundo os dados oficiais que foram divulgados pela organização da prova, foram 405 escolas que estavam ocupadas e que não conseguiram entrar em um acordo para permitir que os estudantes conseguissem fazer a prova no final de semana. As escolas estão espalhadas por 21 estados do Brasil e também no Distrito Federal.

Os resultados com as notas individuais de cada um dos participantes estão previstos para o dia 19 de janeiro, sendo que a mesma data vale para os estudantes que vão fazer a prova em dezembro.

Prejuízo

gabarito-do-enem-sera-divulgado-na-proxima-quarta-feira

O Inep, responsável pela aplicação da prova em todo o território nacional, garante que os estudantes terão uma prova diferente do que a que foi aplicada anteriormente. Além disso, os estudantes vão competir em igualdade com os demais.

Para garantir a aplicação das provas para estes alunos, o Inep e o MEC teve que renegociar todos os seus contratos com relação aos seus fornecedores para refazer boa parte do serviço. Informações preliminares dão conta que os prejuízos para os cofres públicos podem chegar a R$ 15 milhões.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados