Colégio Web

Juros cobrados pelo Fies poderão aumentar

Publicidade

Os juros que são cobrados pelo programa Fies poderão ser aumentados em breve. A afirmação partiu do ministro da educação Renato Janine Ribeiro. De acordo com as palavras do comandante da pasta, o aumento dos juros é uma das possibilidades que estão sendo avaliadas para reformular o sistema de financiamento.

Juros cobrados pelo Fies poderão aumentar

O ministro da educação esteve presente em uma audiência na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em Brasília. Apesar de ter admitido que o aumento dos juros está na pauta do Fies, o ministro afirmou que qualquer informação concreta sobre o assunto, neste momento, é mera especulação.

Durante sua fala, o ministro afirmou que todas as mudanças que poderão ser realizadas no Fies ainda estão passando por uma fase de estudos e também de simulações. Atualmente o programa está cobrando juros de 3,4% ao ano dos estudantes, que não precisam desembolsar o valor das matrículas das universidades privadas durante o período de estudos, apenas depois que estiver formado.

Nós estamos fazendo simulações por computador para ver, com todas as hipóteses, juros, priorização regional… Tanto hipóteses que visam dar mais saúde financeira ao Fies quanto hipóteses que visam dar os melhores cursos aos alunos que deles necessitam. Estamos vendo o que que isso vai dar, para não fazer coisas bonitas em teoria mas que na prática possam eventualmente ter problemas”, afirmou Janine, durante a audiência.

Contenção de gastos

Juros cobrados pelo Fies poderão aumentar 2

Os principais questionamentos dos deputados para o ministro foi o crescimento dos gastos com o programa nos últimos anos, o que acabou provocando um passo atrás em 2015, já que o governo passa por um período de reformulação e ajustes de contas.

O ministro afirmou que o Fies é um programa do governo como os outros, passível de avaliação e ajustes sempre que houver a necessidade. Mas o ministro também reafirmou que serão abertas inscrições novamente para o Fies neste segundo semestre de 2015, mas sem menciona a quantidade de vagas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados