Colégio Web

Inflação em 2015 pode chegar a quase 7%

Publicidade

Uma notícia já coloca uma espécie de “pulga atrás da orelha” da população brasileira de um modo geral, já que as previsões indicam que a inflação poderá atingir seu maior índice em 11 anos em 2015.

Segundo previsão feita pelo mercado financeiro, para 2015, a inflação poderá chegar a quase 7%, rompendo algumas das expectativas mais pessimistas para o período e deixando todos simplesmente em estado de alerta.

Uma previsão pessimista

Inflação 2015

Segundo um levantamento que foi feito Banco Central brasileiro, o mercado financeiro tem uma previsão realmente pessimista para a inflação em 2015, já que para ele, a expectativa é a de que o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) feche este ano em 6,99%.

Há uma semana, a expectativa do mercado financeiro indicava que o IPCA ficaria ao final de 2015 em 6,67%, mas como as coisas não melhoraram muito e a movimentação da equipe econômica brasileira também não animaram os investidores, a previsão subiu para 6,99%.

Caso seja confirmada esta previsão nefasta para a inflação, o índice será o maior desde o ano de 2004, quando ao final daquele período, ficou em 7,6%, e deixou todo mundo preocupado com o futuro da economia brasileira.

Bem acima da meta

2015 Inflação

De acordo com a estimativa do mercado financeiro para o IPCA em 2015, fica claro perceber que se ela se confirmar, ela também acabará ficando bem acima da meta do governo estabelecida pelo sistema de metas.

Conforme o que é previsto pelo sistema de metas, a meta para a inflação em 2015, e também para 2016, é de 4,5%, sendo que há uma tolerância de 2 pontos para cima e para baixo. Esta seria a meta central, já que o teto é de 6,5% ao ano.

A inflação em 2014 já havia atingido um índice realmente alto, já que fechou o ano em 6,41%, o que a colocou bem próxima do teto do sistema de metas, e também apontou para um futuro não muito animador para o mercado econômico brasileiro.

Apesar das medidas adotadas pelo governo, o fato é que a inflação continua subindo, e quem sente isto é consumidor brasileiro, que já percebeu que os preços de muitos produtos estão bem acima do que seria considerado aceitável.

A alta nos preços é só um dos problemas acarretados pelo aumento da inflação, já que há também o enfraquecimento da moeda nacional, entre outras coisas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados