Colégio Web

Haddad eleva piso de professores para R$ 3 mil

O prefeito Fernando Haddad, do PT, acabou de anunciar uma medida que promete fazer sucesso: elevar o piso salarial dos professores para R$ 3 mil. Entenda!

Publicidade

A educação municipal em São Paulo é uma das questões mais delicadas dos últimos anos, já que há uma queda exponencial considerável de qualidade, que se acentua cada vez mais.

Com isso, medidas importantes são cobradas das gestões municipais, e a gestão atual, sob o comando do prefeito Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), acabou de anunciar uma medida que promete fazer sucesso: elevar o piso salarial dos professores para R$ 3 mil.

Novidades para 2015

Visando melhorar a qualidade do ensino público municipal da maior cidade brasileira, e tentando também tornar a carreira de docência mais atraente para os jovens, o prefeito Fernando Haddad anunciou algumas medidas para valorizar a categoria.

A principal delas é o bônus que irá elevar o piso salarial dos professores da rede municipal paulistana para R$ 3 mil.

Esse bônus, segundo o anúncio feito por Haddad na última sexta-feira, 9 de maio, será incorporado ao salário a partir do ano de 2015, e com isso, o piso saltará dos R$ 2,6 mil atuais para os R$ 3 mil já citados.

Haddad

Para minimizar os efeitos da greve

A categoria dos professores municipais de São Paulo está em greve por melhores salários e por melhores condições de trabalho desde o último dia 23 de abril, e o anúncio feito por Haddad tem a clara intenção de fazer com que o sindicato encerre a greve.

Mas o presidente do Sindicato dos Profissionais da Educação no Ensino Municipal-SP (Sinpeem), Claudio Fonseca, disse que oficialmente, nenhum comunicado foi feito pela administração de Haddad, e que por esse motivo, a greve será mantida.

Fonseca disse ainda que ficou sabendo do anúncio apenas pela mídia, o que considera um desrespeito, já que primeiramente, a proposta deveria ser apresentada aos professores, segundo seu pensamento.

Concurso público para 3,5 mil professores

Piso Professores

Haddad aproveitou a oportunidade do anúncio para afirmar que a prefeitura de São Paulo pretende abrir, até o final de maio, um concurso para contratação de 3,5 professores para a rede pública de ensino municipal.

O anúncio da abertura do edital e das inscrições deverá ser feito ainda durante esse mês, pois a intenção de Haddad é realizar o concurso o quanto antes, para oxigenar com novas cabeças as escolas municipais da cidade.

Para Claudio Fonseca, a proposta de Haddad não ajuda muito a situação atual de muitos professores, e a incorporação do aumento (bônus) ao salário apenas em janeiro de 2015 não é suficiente.

Para ele, o ideal seria se ao menos parte desse valor já fosse incorporado no mês de maio, fazendo com que a greve fosse encerrada o mais rápido possível.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados