Colégio Web

Fies deve oferecer 250 mil contratos neste 1ª semestre de 2016

Publicidade

O Ministério da Educação deverá oferecer mais de 250 mil contratos do Fundo de Financiamento Estudantil, mais conhecido apenas como Fies. A quantidade de contratos anunciada será apenas neste primeiro semestre de 2016. As inscrições começaram nesta terça-feira, dia 26, e o prazo termina na sexta-feira, dia 29.

Fies deve oferecer 250 mil contratos neste 1ª semestre de 2016

O processo todo acontecerá somente pela internet, no Site Oficial do Fies. Seguindo o calendário oficial do processo seletivo, a divulgação da primeira lista com os selecionados para a bolsa de estudos deverá acontecer no dia 1º de Fevereiro.

A expectativa do Ministério da Educação é de que os processos de inscrição e também de seleção aconteça sem qualquer tipo de problema, diferente do que foi no ano de 2015, em virtude das variadas mudanças de regras que foram aplicadas de última hora no programa de financiamento público.

Vale lembrar que a grande maioria das oportunidades serão oferecidas para alunos que escolheram cursos que obtiveram notas 5 e 4 na avaliação do MEC. Além disso, o Ministério da Educação optou por privilegiar as seguintes áreas: as chamadas “engenharias” terão 34.557 vagas; “formação de professores”, 47.115; e saúde, 76.092. As demais áreas terão 92.515 vagas.

Em relação a divisão territorial das vagas, 47$ será oferecida para os alunos das regiões Norte, nordeste e Centro-Oeste, já a região Sudeste deve ficar com 41% dos contratos.

Nota do ENEM

Fies deve oferecer 250 mil contratos neste 1ª semestre de 2016 2

Seguindo as novas regras que foram definidas no ano passado, somente os alunos que fizeram o ENEM poderão solicitar contrato de financiamento público em instituição privada. Além disso, os estudantes também devem ter obtido nota acima de 450 pontos e não ter zerado a redação.

A nota que o aluno tirou no ENEM também será utilizada na classificação dos alunos, para decidir aqueles que ficam com o financiamento e aqueles que poderão tentar novamente no segundo semestre. Os estudantes também deverão comprovar renda familiar mensal bruta per capita de até dois salários mínimos e meio.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados