Colégio Web

Falta do domínio no inglês faz Brasil perder oportunidades

Publicidade

Segundo especialistas, apesar do aumento no número de pessoas estudando inglês, o número de pessoas que dominam de fato a língua ainda é muito pequeno. Tanto, que o resultado de algumas pesquisas mostra que a falta de domínio no inglês faz muitas pessoas perderem oportunidades profissionais no país.

De acordo com a Education First (EF), no período de 2007 a 2009, o Brasil ocupou a 31ª posição, na margem entre as classes “proficiência baixa” e “proficiência muito baixa” e perdeu para Argentina, México, Costa Rica, Guatemala e El Salvador, além de Malásia e Arábia Saudita.

Um levantamento realizado pelo Programa de Administração de Varejo da Fundação Instituto de Administração (FIA) apontou que a educação vem ocupando mais espaço no orçamento da classe C paulista, no total foram 21,8% no segundo trimestre deste ano.

Influência da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016

 

Esses dois grandes eventos têm forte influência internacional que reflete diretamente no mercado de turismo, por isso, é tão importante para o Brasil que os estrangeiros que estão por visitar nosso país nos próximos anos, não se depararem, em muitos casos, com profissionais despreparados para receber essa demanda.

A defasagem do idioma e a necessidade de um ensino qualificado é tão grande que o governo federal em parceria com a British Council (ligado ao governo Britânico) fechou um acordo para execução de mais 2.000 avaliações e 40 mil testes de nivelamentos gratuitos para alunos com perfil para participarem do Programa Ciência sem Fronteiras que visa promover 75 mil bolsas de estudo em instituições de ensino superior internacionais em quatro anos.

No entanto, especialistas alertam que a fluência no idioma não ocorre da noite para o dia, leva tempo e necessita de dedicação, situações reais de aprendizagem, treinamento e de preferência, prática de comunicação em inglês. “Quanto mais contato com o idioma, mais domínio se tem”.

No Brasil, a disciplina de língua estrangeira já é obrigatória nas instituições de ensino a partir do quinto ano do fundamental desde 1996. Conforme vimos na matéria “A importância da língua inglesa”,  a mesma é fundamental em várias fases da vida.

O uso de multimídia e recursos online são fortes complementos de aprendizagem e podem em muitos casos, ser a ferramenta inicial que proporcionará oportunidades de estudos de língua estrangeira básica a potenciais candidatos a um estudo mais avançando, posteriormente. Pensando nisso, o iPED preparou um curso com excelentes materiais e ótimos planos. Não perca essa oportunidade de se integrar com o mundo: https://www.iped.com.br/idiomas/curso/ingles.

Bons Estudos!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados