Colégio Web

Crescimento nas matrículas de creches diminuíram em 2014

Publicidade

A quantidade de novas matrículas no sistema de creches do Brasil diminuiu o seu crescimento no ano de 2014 em comparação com os anos anteriores até 2008. As informações estão presentes em um relatório divulgado recentemente no Censo Escolar de 2014, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Crescimento nas matrículas de creches diminuíram em 2014

No ano de 2014 o sistema de matrículas em creches somou um total de 2,9 milhões de novas adesões, um aumento de 5,9% em relação ao ano de 2013. Na comparação do ano de 2013 para o ano de 2012 as matrículas cresceram 7,4%; Já na comparação entre os anos de 2012 e 2011 o crescimento foi de 10,5%.

Esta etapa de matrículas da creche marca a entrada das crianças no sistema público e básico de ensino. A quantidade de crianças novas nas creches do Brasil está inserida nas metas de educação do governo. Para conseguir cumprir o que foi acordado a partir do Plano Nacional de Educação, o governo brasileiro precisa colocar mais 2,3 milhões de crianças.

Queda de matrículas no ensino médio

Crescimento nas matrículas de creches diminuíram em 2014 2

O relatório também revelou algumas informações relacionadas a quantidade de matrículas dos jovens em outros níveis do sistema de educação brasileiro. No ensino médio, por exemplo, houve uma redução na quantidade de matrículas de 0,8% desde o ano de 2008. Em 2014 o Brasil registrou 8,3 milhões de matrículas no ensino médio da rede pública, enquanto no ano de 2008 a quantidade de estudantes matriculados no ensino médio era de 8,4 milhões.

Além disso o governo também precisa enfrentar um grande desafio em relação ao Ensino Médio, que é tentar combater o grande índice de evasão. Praticamente metade dos jovens acabam não conseguindo terminar esta etapa do ensino até os 19 anos de idade.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados