Colégio Web

Competências Socioemocionais poderão fazer parte do currículo obrigatório escolar

Publicidade

O Conselho Nacional de Educação (CNE) está estudando a possibilidade de implantação de diretrizes que permitam o desenvolvimento das chamadas competências Socioemocionais na educação básica. Estas competências ajudaram os estudantes a desenvolverem algumas habilidades consideradas cruciais no mundo de hoje, como a capacidade de vencer desafios, de inovar, de trabalhar em equipe, de liderar, dentre outras.

Competências Socioemocionais poderão fazer parte do currículo obrigatório escolar

De acordo com representantes do CNE, que tem como principal função recomendar diretrizes para o currículo da educação básica no Brasil, os debates sobre a possibilidade de inclusão deste tipo de ensino começaram no ano passado e deve continuar até o final deste ano.

Habilidades interdisciplinares

O assunto ainda deve demorar um pouco para conseguir ter um parecer mais definitivo sobre o que poderá ser apresentado como proposta concreta para o Ministério da Educação, já que no mês de Outubro ainda haverá a posse de novos conselheiros que vão ser chamados para contribuir com as discussões.

Mas a ideia do Conselho é permitir que estas habilidades sejam abordadas de uma forma interdisciplinar e contextualizada na educação, com as outras disciplinas que já estão presentes no currículo básico.

Em alguns países as competências Socioemocionais já foram inseridas dentro do contexto da educação pública e básica dos estudantes, com um resultado bastante satisfatório. Um exemplo é o distrito de Ottawa-Carleton, no Canadá. Estas habilidades acabam sendo inseridas dentro do currículo obrigatório das outras disciplinas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados