Colégio Web

Cidade do interior de São Paulo obriga alunos a leitura bíblica

Publicidade

A câmera de vereadores da cidade de Nova Odessa, localizada no interior do estado de São Paulo, aprovou uma lei que obriga todos os alunos das escolas públicas a lerem um trecho da bíblia todos os dias. A decisão está provocando uma grande polêmica na cidade, já que a grande maioria dos professores e dos diretores das escolas são contra, afirmando que o estado deveria promover uma escola “laica”.

Cidade do interior de São Paulo obriga alunos a leitura bíblica

Dois são os principais problemas apontados pelos professores. Primeiramente o fato das escolas públicas da cidade terem alunos que pertencem a diversas regiões, e não apenas a católica. Uma outra questão fundamental é o fato de que os docentes atualmente não possuem experiência e nem preparo teológico para lidar com este assunto dentro das salas de aula.

Já o autor da proposta, o vereador Vladimir Antônio da Fonseca, afirma que a lei tem como principal objetivo estimular a reflexão dos estudantes. O vereador afirmou que não quer “colocar religião em ninguém”, mas apenas “incentivar uma reflexão sobre os bons hábitos”.

Sem especificações

Cidade do interior de São Paulo obriga alunos a leitura bíblica 2

Apesar da lei ter sido aprovada na última semana e a maioria da cidade ter interpretado que se trata da bíblia católica, a lei não específica nada disso. Pelo contrário, deixa tudo em aberto, tanto as definições de que versículos devem ser lidos quanto a definição de que bíblia deve ser utilizada dentro da sala de aula.

Com a polêmica nas ruas, existe uma chance do prefeito da cidade analisar o assunto e vetar a proposta. Neste caso ele voltaria para a câmara de vereadores, já que até mesmo o vereador que propôs a lei já afirma que é possível alterar o texto para que a leitura da bíblia seja facultativa, e não obrigatória.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados