Colégio Web

Brasil terá cadastro nacional de alunos superdotados

Publicidade

A presidente Dilma Rousseff sancionou, neste final de ano, uma lei que prevê a criação de um grande cadastro nacional para alunos com altas habilidades ou superdotação. O texto foi publicado originalmente no Diário Oficial da União do dia 30 de dezembro. A partir deste banco de dados, o governo poderá oferecer atendimentos personalizados.

Brasil terá cadastro nacional de alunos superdotados

Uma das possibilidades seria oferecer para estes alunos superdotados mecanismos que permitam com que eles acelerem seus estudos. De acordo com uma estimativa, existem aproximadamente 2,5 milhões de alunos com altas habilidades que podem ser encontrados tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio.

Mas esta é uma estimativa não oficial. Levando em consideração apenas o censo realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foram identificados cerca de 13 mil estudantes que podem ser encaixados no perfil de alunos superdotados, matriculados na educação básica.

Brasil terá cadastro nacional de alunos superdotados 2

Agora, o governo ainda terá que definir as regras para identificação, cadastramento e atendimento destes alunos. O cadastro deverá contar com a ajuda dos Estados e também dos Municípios.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados