Colégio Web

Bagunça dentro da sala de aula custa 20% do tempo total de ensino

Publicidade

Muito se fala sobre os problemas relacionados ao tempo total que os estudantes ficam dentro de sala de aula. Alguns especialistas defendem que os estudantes devem ficar mais tempo na escola, enquanto que outros defendem que os alunos tenham mais tempo para fazer outras atividades complementares. Mas o que realmente acaba impactando é a qualidade do tempo durante o período letivo.

Bagunça dentro da sala de aula custa 20 do tempo total de aula

De acordo com os dados divulgados em uma pesquisa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mais de 20% do tempo total dentro da sala de aula acaba sendo desperdiçado com a bagunça, com os docentes tentando controlar as falas paralelas e o barulho feito pelos próprios estudantes.

Um outro dado que veio à tona com a pesquisa é sobre a quantidade dos chamados “alunos-problemas” dentro das salas de aula, que são os estudantes que acabam promovendo maior parte desta bagunça. 60% dos docentes que dão aulas no Brasil e que foram ouvidos pela pesquisa informam ter, pelo menos, 10% do total dos estudantes estes alunos considerados problemas.

Menos tempo de aula

Bagunça dentro da sala de aula custa 20 do tempo total de aula 2

Além da quantidade de tempo que os professores deixam de dar a sua aula para controlar a bagunça que se instaura dentro das salas de aulas, os professores também precisam investir o seu tempo em outras atividades que estão diretamente relacionadas com o ato de dar aula. Os problemas burocráticos, por exemplo, tomam 13% do total do tempo de aula.

A pesquisa foi feita no ano de 2013, entrevistando professores do ensino fundamental e também do ensino médio. Foram ouvidos 14.291 professores e 1.057 diretores de 1.070 escolas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados