Colégio Web

Ataque à escola em Gaza choca o mundo

Publicidade

Os conflitos entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza já atingiram níveis insuportáveis, sendo que ambos os lados já cometeram algum tipo de ato que pode ser considerado incorreto perante o que se entende por direito internacional humanitário.

Pois o último ato foi dado por Israel, que decidiu atacar alvos próximos a uma escola na Faixa de Gaza, e acabou por atacar a própria escola, matando 10 pessoas inocentes e civis que lá estavam no momento do ataque, chocando a comunidade internacional.

Escolas Gaza

Por meio de seu secretário-geral, a Organização das Nações Unidas (ONU) se manifestou sobre o ataque de Israel à escola na Faixa de Gaza. Ban Ki-moon classificou o ataque como sendo um “ultraje imoral e um ato criminoso”.

Além disso, Ban Ki-moon também exigiu que quem cometeu este ataque seja responsabilizado o mais rápido possível, pois se trata de algo realmente impressionante e que deve ser penalizado por causa da crueldade.

Pesam contra Israel neste caso o fato de que o exército do país admitiu ter feito disparos contra alvos próximos da escola, o que pode ter ocasionado o ataque que chocou o mundo.

O comunicado oficial do exército israelense diz o seguinte sobre os disparos: “O exército israelense disparou contra três terroristas da Jihad Islâmica que estavam em uma moto perto da escola da ONU em Rafah. As forças de defesa de Israel examinam as consequências (do disparo)”.

Essa escola pertence a uma agência da ONU e servia de abrigo para nada menos do que 3 mil palestinos refugiados que abandonaram suas casas por causa da intensificação dos conflitos entre Israel e Hamas.

Após o ataque, foi confirmado, como já dito anteriormente, um total de 10 mortos, mas ainda há muitos feridos graves que podem vir a falecer, o que elevaria o número de vítimas fatais consideravelmente.

Ataque Gaza Escola

Além de toda a comunidade internacional, que simplesmente está chocada com a violência que aumentou sistematicamente nos últimos meses na região da Faixa de Gaza, também a ONU está se mostrando demasiadamente preocupada e chocada com tudo o que tem ocorrido por lá.

Ban Ki-moon também aproveitou para fazer um novo apelo para que o cessar-fogo seja restabelecido e para que ambas as partes se sentem em uma mesa para retomar as negociações de paz.

Ele afirmou que anda muito traumatizado com toda violência na região, que está sendo alvo de ataques descontrolados por parte de Israel, que já atacou outra escola em Jabaliya há alguns dias, matando 16 pessoas civis.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados