Colégio Web

3.130 vagas de ensino superior estão suspensas pelo MEC

Publicidade

Enquanto algumas instituições comemoram as excelentes notas e avaliações divulgadas pelo Ministério da Educação na semana passada, outras ainda estão tentando obter respostas para o péssimo desempenho. O MEC confirmou que está suspendendo 3.130 vagas em cursos de várias regiões do Brasil devido a péssima avaliação recebida pelos cursos.

3.130 vagas de ensino superior estão suspensas pelo MEC

A nota que foi tornada pública pelo Ministério da Educação na semana passada foi o CPC, chamado Conceito Preliminar de Curso. Este é um dos indicadores que são levados em consideração pelo governo para a realização da avaliação global do desempenho dos cursos universitários.

Reincidentes

De acordo com as informações que foram divulgadas pelo MEC, dos 280 cursos que tiveram uma nota considerada ruim, entre 1 e 2, 80 cursos são considerados reincidentes. Ou seja, estes cursos já tinham tirado uma nota ruim em avaliações passadas e não tomaram as devidas providências para conseguir aumentar os índices de avaliação dos programas de ensino.

Universities Anticipate High Numbers Of Students

Algumas das instituições que apareceram novamente entre as listas dos cursos mal avaliados já estavam recebendo uma série de medidas de supervisão dentro do ciclo 2011-2013.

As universidades que foram citadas na publicação do Diário Oficial da União estão proibidas de realizar a seleção vestibular para receber novos alunos para os cursos mal avaliados. Além disso as instituições também precisam assinar um documento se comprometendo a sanar todas as deficiências que foram identificadas.

De todos os cursos que foram mal avaliados pelo MEC, alguns deles fazem parte da oferta de seis instituições de ensino federais e que são consideradas referência: agronomia na Universidade Federal do Pará; educação física nas Universidades Federais do Acre e de Alagoas; serviço social na Universidade Federal Fluminense; farmácia no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná e zootecnia na Universidade Federal Rural da Amazônia.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados