Colégio Web

A regência de D. Pedro (1821-22)

Publicidade

Dom Pedro I foi príncipe regente entre 1821 e 1822. Neste breve período, várias transformações foram observadas. O pai, Dom João VI, deixou o governo nas mãos do filho e foi participar das discussões sobre a reforma política em Portugal. E o Brasil foi impactado por tal decisão. A economia e diversas áreas do Brasil já tinham passado por mudanças desde a chegada de Dom João VI. Não era mais obrigatória a troca comercial apenas com Portugal e os lucros entre brasileiros foram ampliados. Os ingleses também passaram a agir de forma a mudar a estrutura do consumidor brasileiro.

1Quando formadas as Cortes de Portugal, houve revoluções no solo português. Alguns deles achavam que era necessário manter as colônias para avançar na economia portuguesa. Não queriam que as benesses em termos de materiais fossem finalizadas. Em reação, a aristocracia brasileira criou o Partido Brasileiro e manteve forças para preservar os interesses econômicos nativos.

Para conquistar tal intento, a primeira ação foi conseguir o máximo de assinaturas para que Dom Pedro permanecesse no Brasil. Em Portugal, o movimento pelo retorno do príncipe regente era forte. Daí que o pedido dos brasileiros foi respondido por Dom Pedro e ficou conhecido como Dia do Fico, tendo acontecido em 9 de janeiro de 1822. O príncipe teria sido fiel aos brasileiros.

Mudanças

A próxima mudança teria sido a demissão de vários portugueses que ocupavam cargos no governo brasileiro. Os nativos do Brasil foram os substitutos e, em 1822, decretou-se o “Cumpra-se”. Um acordo para que qualquer determinação vinda de Portugal só fosse aprovada após a avaliação do príncipe regente. Dom Pedro passou a ser visto como “defensor perpétuo do Brasil”.

Em junho de 1822 uma Assembleia Constituinte foi formada para que leis básicas fossem criadas. Os interesses de Brasil e Portugal eram completamente distintos. Em agosto do mesmo ano Portugal tentou um decreto para anular todas as decisões de Dom Pedro I e obrigar seu retorno.

Nesse cenário, o príncipe regente não viu outra alternativa e acabou decretando a independência da antiga colônia. Foi numa tarde de 7 de setembro de 1822, às margens do rio Ipiranga, que Dom Pedro I determinou que o Brasil seria um país independente de Portugal.

No ano de 1821, Dom Pedro I assumiu o cargo de príncipe regente do Brasil, esse governo temporário de Dom Pedro foi caracterizado por fortes transformações.

Esse cargo foi deixado pelo seu pai Dom João VI, pois ele precisava participar do processo de reforma política que desde o ano de 1820 tomava conta de Portugal.

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados