Colégio Web

Conceito de mercantilismo

1O mercantilismo foi um conjunto de teorias e práticas econômicas adotadas e desenvolvidas pelos governos europeus durante a fase do capitalismo comercial, na Idade Moderna. Esse conceito determina um período importante da história econômica, no qual a produção era adquirida através do trabalho assalariado.

Publicidade

No século XV e fim do século XVIII a Europa vivia constantes mudanças originadas no fim da Idade Média. Uma nova organização política, econômica e cultural. As navegações a todo vapor e a necessidade de colonizar para obter mais recursos eram algumas das marcas de tal período. Foi assim que a economia passou a ter novos contornos e o Estado Nacional Moderno se impôs.

Uma das principais características do mercantilismo é a intervenção do Estado na economia. A Europa vivenciou tais mudanças por quase três séculos. Em seguida, começou a se questionar a interferência do Estado a partir das ideias liberais que foram surgindo. Para o ideal mercantilista, o Estado deve avaliar sua riqueza a partir da quantidade de recursos econômicos guardada no seu cofre.

A Europa acabou sendo propícia para essa política econômica pelo fato de estar vivenciando escassez econômica. Faltavam metais preciosos e o dinheiro parou de circular no comércio. Daí toda a preocupação dos portugueses e espanhóis buscarem tanto ouro e prata nas colônias.

Principais características

Acumular por meio do comércio acabou sendo a alternativa. Nesse período surgiram medidas que buscavam resolver o impasse:

Bulionismo ou metalismo: acumular a máxima quantidade de metais.

Colbertismo ou balança comercial favorável: foi quando o ministro de finanças da França começou a disseminar ideias mercantilistas ao longo de 22 na os. Nesse sentido, o Estado tinha que exportar mais e importar menos.

Mercantilismo comercial e marítimo: diz respeito às apostas realizadas pelos Estados Nacionais da Europa para acumular o que se extraía do comércio no mar. Com as navegações, houve impulso para que o mercantilismo atingisse essa marca. As escalas da economia ganharam novos contornos, com novas rotas e produtos vindos de outras regiões.

A intervenção do Estado na economia se dá de várias formas. As normas mais rígidas estiveram sempre presentes para que os interesses do mercantilismo não fossem desrespeitados. No âmbito interno, as práticas protecionistas incentivaram as indústrias locais. Assim, colonização e desenvolvimento local foram se organizando para que o sistema já estivesse plenamente avançado. Em seguida, o Mercantilismo seria substituído pelo Liberalismo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados