Colégio Web

Formas Geométricas no dia a dia e na arte

Você já parou e observou que tudo que encontramos e observamos possui uma forma e ocupa um espaço? Entenda as Formas Geométricas e veja na Arte!

Publicidade

É na infância que aprendemos a reconhecer as formas. É uma fase de descobertas e de novas propostas. A criança observa tudo ao seu redor e aprende se divertindo e participando ativamente a cada nova brincadeira.

Você já parou e observou que tudo que encontramos e observamos possui uma forma e ocupa um espaço? Assim como os brinquedos, as flores, as frutas, os móveis, os utensílios domésticos, o material escolar, todos são elementos que ocupam lugar no espaço e que possuem formas geométricas!

Vamos observar alguns objetos que fazem parte do nosso dia-a-dia e lembram sólidos geométricos. A esfera, o cubo, o cone, o cilindro e a pirâmide são alguns dos sólidos geométricos.  Alguns brinquedos como a bola lembra a forma de uma esfera e o dado lembra a forma de um cubo.  O lápis que usamos, sem apontar, lembra a forma de um cilindro; o funil e o chapéu de festa de aniversário lembram a forma de um cone.

Arte e as Formas Geométricas

Muitos artistas representam a nossa cidade, as pessoas, os prédios, a iluminação, o transporte, a natureza, e todas as coisas que estão ao nosso redor. Um exemplo é a Tarsila do Amaral. Ela é uma das artistas brasileiras de grande importância para a cultura brasileira, pois suas obras são reconhecidas mundialmente e seu estilo é inconfundível.  Ela defendia a ideia de que os artistas precisavam ter seus estilos próprios, mas era muito importante saber novas técnicas, principalmente, as artes europeias. Essa foi à fase do movimento antropofágico.

Ela vivenciou e participou da Semana da Arte Moderna de 1922, juntamente, com vários outros artistas modernistas como Anita Malfatti, Oswaldo de Andrade, Mário de Andrade e Menotti Del Picchia formaram o grupo dos cinco.

Em suas obras a artista se inspira no cotidiano, nas pessoas, na natureza, nos animais, enfim explorava temas tropicais e bem brasileiros com muita cor e sensibilidade. Suas obras refletem o modernismo.

A artista estudou artes em Paris e desenvolveu a técnica cubista retratando em suas obras as formas geométricas. Conheceu artistas famosos como Pablo Picasso e Fernand Léger.

Em 1924, a desenhista e pintora Tarsila do Amaral retratou em uma de suas pinturas a obra intitulada São Paulo e muitas outras como a Cuca (1924), o Mamoeiro, Paisagem-com-touro, a Gare (1925) entre muitas outras.

Formas Geométricas Tarsila

Atividades propostas

  1. Recorte de jornais ou revistas figuras que lembrem esferas, cubos, cones, cilindros e pirâmides. Cole nos espaços correspondentes.
  2. Faça um desenho de objetos que você conhece que tem formas parecidas com as formas geométricas.
  3. Montando sólidos geométricos.  Para montar os sólidos geométricos você vai precisar de tesoura, cola e papel com as formas tracejadas.  Deverá seguir as instruções:
  • Recorte as linhas tracejadas ————–
  • Dobre as linhas cheias ______________
  • Cole formando as formas com a orientação do professor.
  1. Propor aos alunos a confecção de uma “tela” a partir da visão das obras de Tarsila do Amaral. Faça você sua obra de arte caprichando nas formas e cores.  Desenhe uma obra de arte usando as formas geométricas.
  2. Pintar com cores diferentes cada grupo de figuras e colar na cartolina fazendo um desenho bem bonito.

Vamos lá!Você é o artista!

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados